nsc
    nsc

    Ex-governador

    Colombo critica a alta de ICMS e diz que governo deve voltar atrás

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    03/09/2019 - 13h42 - Atualizada em: 03/09/2019 - 13h43
    Raimundo Colombo, ex-governador de Santa Catarina
    Raimundo Colombo, ex-governador de Santa Catarina

    O ex-governador Raimundo Colombo faz duras críticas aos aumentos de alíquota de ICMS promovidos pelo governo de Carlos Moisés da Silva. Considera um absurdo e um desrespeito aos catarinenses o governo insistir na alta de impostos e recomenda que volte atrás na decisão.

    — A sociedade já deixou claro que não aceita, que não quer e que não se justifica. Carne de frango, carne suína, gás de cozinha, água mineral, tudo mais caro. A mesa do trabalhador vai sofrer e ter menos comida. Não podemos aceitar – afirma Colombo.  

    O ex-governador também chama a atenção para a perda de competitividade porque os demais Estados, especialmente os vizinhos Paraná e Rio Grande do Sul não estão aumentando impostos. Questiona como ficarão as exportações e os empregos que geram desenvolvimento no Estado.  Ele lembra que ao longo do tempo Santa Catarina soube construir um modelo que a fez admirada.

    — É o melhor Estado do Brasil, um dos que mais se desenvolve. Tem que ter humildade e coragem e voltar atrás. Rever a decisão de aumentar imposto. Esse é o caminho e é isso que esperamos que aconteça- afirmou Colombo.

    Quando candidato, tanto em 2010 quanto em 2014, quando foi eleito e depois reeleito, Colombo assinou um documento se comprometendo a não elevar a carga tributária e cumpriu a promessa. O mesmo fez o antecessor, o ex-governador Luiz Henrique da Silveira, em dois mandatos.

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas