nsc
    nsc

    Conselhos de Gary Vee, estrela do marketing digital, no RD Summit

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    09/11/2019 - 10h41
    Gary Vee (D) e o CEO da Resultados Digitais, Eric Santos (E) no encerramento do summit Foto: Felipe Carneiro,RD Summit, divulgação
    Gary Vee (D) e o CEO da Resultados Digitais, Eric Santos (E) no encerramento do summit Foto: Felipe Carneiro,RD Summit, divulgação

    A sétima edição do RD Summit, realizada nos dias 6, 7 e 8 deste mês no Centrosul, em Florianópolis, se encerrou com palestra de Gary Vaynerchuk, russo naturalizado americano, considerado um dos maiores influenciadores internacionais de marketing digital da atualidade, mais conhecido como Gary Vee. Para uma plenária lotada, ele recomendou às pessoas repetirem o que fez dele uma estrela internacional: produzir vídeos. Sugeriu também o recurso da moda atualmente, o podcast, com atenção à qualidade do conteúdo.

    Após a palestra, ele respondeu a diversas perguntas, mostrando o estilo franco. Chamou a atenção o fato de a maioria das perguntas serem feitas por fãs que vieram de diversos países, que faziam questão de declarar admiração por ele. Para um jovem que perguntou se precisava mudar de cidade para instalar sua agência, ele disse que o importante é ser feliz, não é ter mais dinheiro. Contou que viu muita gente que mudou, ganhou mais dinheiro, mas ficou infeliz. Questionado por outra fã sobre como educar os filhos, Vee recomendou:

    - Você tem que ensinar seus filhos a ter autoestima.

    Para outro empreendedor, falou que uma opção pode ser vender somente para o mercado brasileiro, porque o país é gigantesco. Também recomendou oferecer serviços de graça para as pessoas experimentarem, o que impulsiona negócios muitas vezes.

    Sobre o fato de ser famoso e admirado, Gary Vee disse que não acredita na série de elogios que recebe todos os dias, nem acredita em críticas. Disse que não acredita em nenhum dos dois e segue trabalhando.

    Gary Vaynerchuk, 43 anos, nasceu na Bielorrússia e migrou para os Estados Unidos com seus pais quando tinha 3 anos. Se destacou nos negócios no final dos anos 90 quando mudou o nome da loja de bebidas da família para WineLibrary, transformou num e-commerce e passou a fazer vídeos no Youtube para comunicar o negócio. As vendas tiveram alta exponencial: de US$ 3 milhões/ano passaram para US$ 60 milhões.

    Foram os vídeos da Wine que abriram portas para outros negócios dele, entre os quais o canal no Youtube DailyVee e a empresa Vaynermedia, agência que facilita a comunicação de grandes empresas. Ele tem outros negócios sob o guarda-chuva da VaynerX.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas