nsc
    nsc

    Neoway e LegalLabs

    Empresa de Florianópolis compra especialista em inteligência artificial por mais de R$ 100 milhões

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    12/06/2019 - 20h51 - Atualizada em: 23/07/2019 - 11h08

    A Neoway, de Florianópolis, líder em Big Data Analytics e Machine Learning na América Latina, anunciou a aquisição da LegalLabs, líder em inteligência artificial no Brasil na área de Direito por US$ 26 milhões (mais de R$ 100 milhões). Esse negócio gerou a Neoway Legal, solução nova ao mercado nacional para elevar a produtividade das áreas jurídicas de empresas. Segundo o presidente da Neoway, Jaime de Paula, essa aquisição traz uma tecnologia complementar à empresa e integra a estratégia de crescimento internacional.

    A solução oferece serviços como previsão de decisões judiciais, contingenciamento de processos, estimativa de valores de condenações judiciais, apoio à decisão jurídica e geração de documentos. Segundo a empresa, essa plataforma tem condições de sustentar decisões dos profissionais do direito com o uso de algoritmos e de avançadas técnicas de inteligência artificial como o deep learning (aprendizado profundo de máquina)

    Entre os potenciais clientes da plataforma estão empresas com muitos processos judiciais, como bancos, seguradoras, negócios de saúde, energia, e-commerce, escritórios de advocacia e os próprios tribunais de Justiça.

    -Estamos atentos a novas oportunidades que tenham sinergia e sejam interessantes para os nossos negócios – explica Jaime de Paula.

    O fundador da LegalLabs, Ricardo Fernandes, será o Chief Researcher da nova plataforma. Ele diz, a curto prazo, é possível mostrar que o Brasil pode ser um forte player do setor de tecnologia jurídica internacional.

    Segundo Jaime de Paula, a Neoway Legal vai integrar a Plataforma de Risk & Compliance e anti-fraude da Neoway. Um dos planos é avançar em mercados internacionais do segmento, entre os quais o dos Estados Unidos, estimado em US$ 489 bilhões por ano. No Brasil, esse mercado varia de US$ 1 bilhão e US$ 3 bilhões, cerca de 2% do PIB. Até o ano que vem, a estimativa é de que a ferramenta esteja disponível ao mercado dos EUA porque ela conta com diferenciais únicos nas atividades em que desenvolve.

    Tech SC: fique por dentro do universo da tecnologia em Santa Catarina

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas