publicidade

Navegue por
Estela

Tema de palestra

Empresas de SC na 4ª onda de inovação

Compartilhe

Por Estela Benetti
25/04/2019 - 05h00 - Atualizada em: 25/04/2019 - 05h00
(Foto: Diorgenes Pandini / Diario Catarinense)

Mais empresas de diversos setores da economia aderem à 4ª onda da inovação, que leva as companhias a se unirem a startups para melhorar suas performances usando seu potencial ou criando novos produtos e serviços. O tema foi o destaque da palestra do professor do Departamento de Engenharia e Gestão do Conhecimento da UFSC, Eduardo Moreira da Costa, terça-feira (23), na inauguração do NSC Lab, braço de inovação da NSC Comunicação no Impact Hub da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), em Florianópolis.

Como afirmam que, no futuro, todas empresas serão de tecnologia, o professor contou que executivo da Boeing, em palestra nos EUA, chamou atenção ao afirmar que o negócio da companhia era software. Como? O negócio é projetar aviões. Mas projetar aviões é software porque o grande talento da Boeing é desenvolvimento de automação para aviões.

Muitas companhias de diversos setores, estão optando pelo ecossistema de inovação de SC - principalmente de Florianópolis, Joinville e Blumenau - para parcerias com startups. Entre as que abriram Labs no Estado estão a WEG, Engie Brasil Energia, Marisol, Ambev e Brognoli. Há o Darwin Statups, com parceiros como a B3 (Bolsa de Valores de SP), Neoway, RTM e Transunion (EUA). Em Jaraguá do Sul está a sede da Spin, primeira aceleradora startup-indústria do Brasil. Apesar desses avanços, o setor de startups avalia que essas parcerias em SC poderiam ser mais intensas.

Leia também: NSC Comunicação inaugura núcleo de inovação digital NSC Lab na Acate, em Florianópolis

Habitat de inovação

Inaugurado em fevereiro do ano passado, o InovaBra, habitat de inovação do Bradesco, tem cumprido sua função de gerar negócios. Tem conexões com 70 grandes empresas e, em um ano, o faturamento das startups cresceu 55%, informa o gestor do InovaBra, Lucas Nogueira e Nogueira. A decisão de fazer parceria com a Acate foi para se aproximar de outros centros de excelência no Brasil para oferecer mais soluções a grandes empresas.

— Escolhemos a Acate pelo nível de excelência – disse Nogueira.

Entre as áreas de interesse estão Big Data, Blockchain e inteligência artificial, que o banco tem desenvolvido com o Wotson, da IBM. Representantes do governo do Estado e da prefeitura também participaram do evento.

Deixe seu comentário:

Estela Benetti

Estela Benetti

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação