Líder no setor de confecções, Santa Catarina também está à frente ao produzir 29% da moda infantil e bebê do país, segundo informações da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit). Uma das empresas catarinenses que atuam de forma discreta, mas com força nesse mercado é o Grupo Marlan, de Guaramirim, que produz 3 milhões de peças ao ano e coloca seus produtos em lojas multimarcas de mais de 2 mil cidades brasileiras.

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Com mais de 30 anos de mercado, o grupo conta com posição consolidada e também soma mais de 5 mil clientes lojistas, revela a fundadora e presidente do grupo, Marli Teresinha Forlin.

A empresa atua com as marcas Marlan, Milli&Nina e Ioluig!. Gera 600 empregos diretos, além de indiretos. A necessidade de se reinventar no pós-pandemia impulsionou o crescimento no mercado de lojas físicas. O número de clientes de lojas multimarcas saltou 147% de janeiro a maio deste ano.

 – Se antes a decisão de compra era apenas dos pais, agora as crianças estão cada vez mais participativas. Por isso, investimos em criatividade, estampas e modelagens diferenciadas, além da excelência em acabamentos – explica Marli Forlin.

Continua depois da publicidade

A comunicação via redes sociais também ganhou força, o que motivou até a criação da avatar Nina para dar vida digital à marca para meninas. A Ioluig! é a marca para meninos. O grupo também se aproxima de consumidores através do e-commerce, influenciadores e celebridades infantis, informa a empresária. Além de itens com design próprio, o Marlan produz também licenciados, com personagens do cinema infantil.

Leia também:

Código que ensina gestão sustentável de empresas ganha nova edição

Futuro governo da Argentina pode impactar vinda de “hermanos” e outros negócios?

Estela Benetti: SC perde mais uma posição entre os estados com menos desemprego

Agroindústria de SC fecha trimestre com prejuízo bilionário

Destaques do NSC Total