nsc
nsc

Saúde e meio ambiente

Lide SC lança prêmio Empresa Saudável em evento que Lars Grael defende ESG

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
16/02/2022 - 07h07
Delton Batista, Everton Goedert, Lars Grael e Sérgio Brincas no encontro do Lide SC
Delton Batista, Everton Goedert, Lars Grael e Sérgio Brincas no encontro do Lide SC (Foto: José Somensi, Divulgação)

A maior valorização da saúde em tempos de pandemia motivou o Lide Santa Catarina a criar uma nova categoria de prêmio anual, o Empresa Saudável, que vai valorizar companhias com programas voltados ao bem-estar dos colaboradores. O lançamento foi nesta terça-feira à noite, em evento no Hotel Faial, em Florianópolis, que contou com palestra do medalhista olímpico de vela, Lars Grael.

> Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

- Empresa de sucesso vai além de resultados financeiros positivos. Inclui o sucesso das pessoas – afirmou o presidente do Lide SC, Delton Batista.

Para definir as regras da nova premiação, o Lide constituiu um comitê integrado por presidentes de startups da área de saúde, especialistas e entidades empresariais. Entre os presentes no evento, o presidente do Hospital Baía Sul, Sérgio Brincas, o CEO da startup ASQ Saúde, André Machado Junior e o CEO do Goedert Group, Everton Goedert. A premiação terá três empresas finalistas e será entregue em novembro.

Lars Grael afirmou que a onda ESG, que prioriza governança ambiental, social e corporativa, veio para ficar. Medalhista olímpico (bronze) em 1988 (Seul) e 1996 (Atlanta), ele defendeu maior atenção à preservação ambiental no Brasil, já impactado pelas mudanças climáticas.

- Os nossos recursos hídricos são valiosíssimos, mas ainda olhamos com um certo desdém. Eu que sou velejador, sou do mar, vejo muitos lagos e represas onde a gente vai navegar, o nosso país tem uma cobertura náutica que vai até a arrebentação das ondas na praia. A gente não usa navegação de cabotagem, a gente não preserva a balneabilidade das nossas praias que são a principal riqueza para o turismo e ainda jogamos resíduos industriais e residenciais nos rios – alertou.

Grael também falou dos desafios da carreira de velejador olímpico, destacando que é preciso aceitar e compreender as fases positivas e negativas, vitórias e derrotas. Falou do acidente que sofreu no mar, no qual perdeu a perna direita, o que o fez olhar para a frente e mudar a carreira, se voltando mais a palestras e cargos de liderança. Um deles foi o de secretário de Esportes do governo de Fernando Henrique Cardoso, em 2001.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas