Apesar dos obstáculos da economia, como a inflação e os juros altos, o setor de microcrédito projeta crescer 20% este ano no Brasil, em valores, frente 2021. Isto após crescer 24% em 2021 e recuar 10% em 2020, ano da chegada da pandemia. A estimativa é da Associação Brasileira das Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças (Abcred). Em Santa Catarina, o Banco da Família (BF), de Lages, projeta crescer 25% este ano.

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

A Abcred festeja o fato de a expansão ter sido bem acima do crescimento do PIB do ano passado, que ficou em 4,6%, e também da projeção de 1% para o indicador este ano. A entidade representa 33 Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips), que são os popularmente chamados de bancos de microcrédito.

Segundo a associação, as instituições liberaram no país, em empréstimos, no ano passado, R$ 858,4 milhões, após liberar R$ 691,4 milhões em 2020 e R$ 768,9 milhões no ano anterior. No ano passado, a associação também registrou crescimento de 13% no número de clientes, o que indica que os pequenos negócios procuraram mais recursos acessíveis para custeio e investimentos.

Na avaliação de Pedro Ananias, consultor técnico da Abcred, os dados mostram um amadurecimento do setor diante das dificuldades da pandemia. Mas ainda não retomou ao patamar anterior à Covid-19 porque em 2019 foram realizadas no país 188 mil operações. Em 2021, foram 164 mil.

Continua depois da publicidade

Banco da Família cresce mais

Uma das maiores instituições do setor no Brasil e com atuação na Região Sul, o Banco da Família, de Lages, cresceu 26,16% em 2021 e estima expansão de 25% para este ano. As informações são da presidente e fundadora da instituição, Isabel Baggio. No ano passado, o BF emprestou R$ 224,2 milhões em 47.937 operações de crédito.

O maior crescimento, conforme Isabel Baggio, foi possível graças ao fortalecimento de parcerias com associações empresariais dos três estados do Sul do país. Assim, foi possível chegar a um maior número de pequenas empresas.

Destaques do NSC Total