nsc
    nsc

    Descoberta

    Pesquisadores da Epagri encontram fungo que mata videiras e oliveiras

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    12/06/2019 - 13h14
    Fungo foi encontrado em raiz de oliveira (Foto: Epagri/Divulgação)
    Fungo foi encontrado em raiz de oliveira (Foto: Epagri/Divulgação)

    Pela primeira vez no Brasil, cientistas do Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar da Epagri, a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri/Cepaf) identificaram um fungo capaz de matar videiras e oliveiras.

    Essa notícia do fungo Pleurostomophora richardsiae foi publicada numa das mais importantes revistas científicas do mundo para doenças de plantas, a Phytopathologia Mediterranea, de Florença, Itália, editada pela Mediterranean Phytopathological Union. O artigo pode ser acessado aqui.

    Segundo o pesquisador Eduardo Brugnara, um dos que assinam a publicação, os problemas surgiram em plantas cultivadas nos municípios de Itá e Riqueza, no Oeste catarinense. As plantas começaram a apresentar amarelecimento, murcha e morte de folhas e ramos, e também manchas escuras na madeira e na casca. Na foto, imagem das manchas num pé de oliveira.

    Segundo a Epagri, os pesquisadores conseguiram isolar o fungo usando amostras de plantas afetadas e identificaram o tipo pelas características do DNA. Depois, comprovaram a capacidade desse microrganismo causar doença em novas plantas de oliveira e videira.

    Maria Cristina Canale, outra pesquisadora da Epagri que participou do trabalho de identificação, essa descoberta é importante para saber causas de mortes dessas plantas, o que é comum no Sul do Brasil. Isso porque, em muitas vezes, não há apenas uma causa. Mas os dois pesquisadores afirmam que são necessárias mais pesquisas para saber se o problema ocorre em outras regiões do país, como fica a produtividade da planta atingida parcialmente e também aponta a necessidade de desenvolver cultivares resistentes a esse fungo.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas