nsc

publicidade

Estela

Reconhecimento

Programa de saúde da Marisol é finalista em prêmio mundial

Compartilhe

Por Estela Benetti
17/09/2019 - 06h00 - Atualizada em: 17/09/2019 - 06h34
O trabalhador Dirceu Kickhoefel é um assíduo praticante de atividade física (foto: Leo Laps, divulgação)
O trabalhador Dirceu Kickhoefel é um assíduo praticante de atividade física (foto: Leo Laps, divulgação)

O programa de prevenção de saúde e bem-estar da Marisol, de Jaraguá do Sul, desenvolvido com apoio do Sesi Santa Catarina, é o finalista brasileiro para a premiação mundial Global Healthy Awards & Summit, que acontecerá em outubro, na Austrália. Denominado Quero Mais Saúde, o programa usa a plataforma Planeja Saúde, criada pelo Sesi, para mapear a saúde dos trabalhadores e incentivar ações com o perfil de cada um. Foca a qualidade de vida dos 2,4 mil trabalhadores que atuam na matriz, em SC, e na unidade de Pacatuba, no Ceará.

Com o uso de informações, a plataforma permite analisar o perfil de saúde de cada um, identificando grupos de risco e sugerindo ações de curto, médio e longo prazo. A lista de ações inclui incentivo a alimentação mais saudável, mais atividade física, desenvolvimento de liderança, melhor controle de doenças crônicas e engajamento com a comunidade. De acordo com o diretor de saúde e segurança do Sesi Senai SC, Marco Aurélio Goetten, essa premiação da Marisol mostra que o trabalho do Sesi está na direção correta. Nos últimos anos, a Federação das Indústrias do Estado (Fiesc) adotou entre as suas estratégias prioritárias incentivar investimentos na qualidade de vida do trabalhador porque uma pessoa saudável trabalha melhor e também dissemina essa cultura de prevenção à saúde nas comunidades.

- Se acreditamos que há uma mudança no comportamento humano, que o consumidor não é mais o mesmo, precisamos entender que o colaborador da Marisol também não é mais o mesmo – afirma Giuliano Donini, presidente da empresa.

No ano passado, a companhia investiu R$ 1,1 milhão na área de saúde e segurança no trabalho. A mesma cifra foi mantida para este ano. O programa Quero Mais Saúde inclui também melhorias em itens de proteção individual, ergonomia, ginástica laboral, atendimento médico e odontológico, exames e outros serviços. No período de 2017 e 2018, a empresa reduziu de 14,2% para 3% o total de riscos de alto grau nos locais de trabalho.

Deixe seu comentário:

Estela Benetti

Estela Benetti

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

estela.benetti@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade