nsc
    nsc

    Não agradou

    Projeto de férias escolares em quatro períodos não ganha adeptos em SC

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    30/04/2019 - 03h20 - Atualizada em: 30/04/2019 - 03h19
    A iniciativa do governo de São Paulo é de adotar quatro períodos de férias escolares na rede pública, a partir do ano que vem. (Foto: Emerson Souza / Diário Catarinense)

    A iniciativa do governo de São Paulo de adotar, a partir do ano que vem, quatro períodos de férias escolares na rede pública, não ganhou adeptos em SC, pelo menos por enquanto. Os argumentos do governador João Dória de que mais períodos de férias melhora o aprendizado dos alunos e aquece o turismo valeriam também para SC.  

    Emprego de Rei

    Além do show romântico, sábado, na Arena Petry, em São José, o cantor Roberto Carlos aproveitou para defender seu emprego e fazer propaganda da sua incorporadora imobiliária, a Emoções, lançada há um ano em SP. Antes do show, telões mostravam imagens de prédios de luxo da marca. E ao apresentar os músicos da banda, dizia que cada estava entre os três melhores do mundo no respectivo instrumento.

    — Quem tem uma banda como essa nem precisa de cantor, mas eu não quero perder este emprego – afirmou o Rei.

    Entre as autoridades na plateia, a prefeita de São José Adeliana Dal Pont com os familiares.

    Mais segurança

    Ao mesmo tempo em que o Estado amplia ações para reduzir a criminalidade, empresas privadas também investem para melhorar a sua segurança, dos seus clientes e também auxiliar na elucidação de problemas em ruas, quando possível. Um exemplo é a rede Koerich, que nos últimos anos instalou 1,8 mil câmeras para monitorar 103 lojas em 43 cidades de SC.

    — Com a instalação das câmeras, fazemos o monitoramento em tempo real de todas as lojas. Essa é a nossa contribuição para a redução do uso da máquina pública – diz Bruno Orlandi, assessor jurídico da Koerich.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas