nsc
nsc

Análise

A volta de Neymar ao Barça e seus significados

Compartilhe

Faraco
Por Faraco
03/07/2019 - 08h12
Foto: Divulgação

A imprensa da Catalunha está ansiosa e atenta aos movimentos de bastidores que indicam a volta de Neymar ao Barcelona. Deve ocorrer. O jogador quer, o Barça quer, a torcida aceita e Messi pediu. Olhando para trás é fácil perceber como o voo solo do camisa 10 da Seleção não deu certo.

E não deu justamente porque Neymar ganhou asas, virou o dono de tudo, a referência do clube que escolheu e que abriu as portas para que ele fosse a grande estrela e fizesse tudo que quisesse. Ele se perdeu com tanta bajulação e facilidade. 

Neymar achou que estava no mesmo patamar de outras grandes estrelas porque havia sido – ainda é – o jogador mais caro da história. Um engano. Passou a ser uma peça de marketing. Para o PSG virou demonstração de poder, porque conseguiu arrancar uma grande estrela de um dos poderosos da Europa. O PSG não significou um real desafio, simplesmente porque o clube não tem a mesma expressão dos mais poderosos da Europa, é soberano só na liga local. O futebol ficou em segundo plano. O Neymar do futebol real e competitivo ficou no Barcelona. Ele vai voltar menos valorizado e para, novamente, ser o segundo. No Barcelona não vai ser dono.

Messi é continuará sendo o primeiro. É hora de tentar trabalhar forte para corrigir o que foi um dos maiores erros de administração de carreira do futebol mundial recentemente. Na época, fui favorável. Como muitos, achei que Neymar precisava sair pra ser o protagonista de um time forte. Mas o próprio Neymar e o entorno dele acabaram matando os últimos dois anos.

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Mais colunistas

    Mais colunistas