nsc
nsc

Reclamação

Argumentação errada da Chapecoense para anular a partida

Compartilhe

Faraco
Por Faraco
25/04/2019 - 06h15 - Atualizada em: 25/04/2019 - 09h04
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Não se trata de querer julgar o processo antes do Tribunal, mas a Chapecoense, no seu pedido de impugnação da partida, alega que houve erro de direito porque o árbitro era obrigado a verificar as imagens do VAR para dar a sua decisão. A premissa está errada. Pelo protocolo do VAR o árbitro decide sozinho se vai ou não rever as imagens, mesmo que haja uma recomendação da cabine. Não há obrigatoriedade.

Outra argumentação que não está correta é que claramente a bola cruzou a linha. O lance não é claro. As discussões cruzaram o país em debates e ninguém conseguiu ter uma certeza. Como já disse, desde o dia do jogo, a Chape tem todo o direito de fazer sua reclamação e entrar com processo formal, como qualquer um que se sinta prejudicado. Acontece que, lendo o documento, avalio que o caminho escolhido foi o errado. Pelo que já ouvi de auditores e especialistas, as chances são reduzidas de sucesso na ação, que vai tramitar normalmente e será definida no Pleno do TJD-SC.

Deixe seu comentário:

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Últimas do colunista

Loading interface...
Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Mais colunistas

    Mais colunistas