nsc
    nsc

    Desafio

    Avaí deveria estabelecer maiores ambições na Copa do Brasil

    Compartilhe

    Faraco
    Por Faraco
    12/02/2020 - 18h18
    Meia Valdívia é um dos destaques entre os contratados para a temporada (Foto:Frederico Tadeu/Avaí F.C.)
    Meia Valdívia é um dos destaques entre os contratados para a temporada (Foto:Frederico Tadeu/Avaí F.C.)

    Mais do que as ambições financeiras, o Avaí precisa ter ambições esportivas na Copa do Brasil. Pelo menos de buscar uma vaga entre os cinco sobreviventes daquilo que chamo de “peneirão dos 80”, que é esta primeira parte da competição nacional. 80 times começam e apenas cinco ficam vivos após quatro fases.

    A meta deveria ser chegar entre os cinco que vão estar na fase quente da Copa do Brasil, quando entram os times da Libertadores, das Copas regionais e o campeão da Série B 2019. Estar entre as 16 equipes que realmente vão disputar o título da competição.

    Pensar em título não é realidade.

    Mas com o time que montou, com jogadores de qualidade e com experiência, o Avaí deveria estabelecer – se é que não o fez – uma meta interna de ultrapassar minimamente as quatro primeiras etapas da competição e chegar na quinta fase, que é a fase de oitavas-de-final.

    A estreia é nesta quinta contra um bom time, a Ferroviária de Araraquara, fora de casa. Não é um jogo simples, mas o Avaí tem condições de passar com certa tranquilidade. Mas pra isso vai precisar colocar em campo a equipe que venceu o clássico contra o Figueirense, no Orlando Scarpelli. Foi o conjunto que deu uma resposta boa em campo. A melhor atuação do Avaí no ano.

    Cair nesta primeira fase seria um desastre grande para o time e para o clube. A direção avaiana orçou arrecadar R$ 2,6 milhões, o que representa alcançar a terceira fase. É uma projeção pouco ambiciosa. Até conservadora. Uma ambição maior traria mais dinheiro para executar o planejamento 2020 e também estaria mais de acordo com o time que o Departamento de Futebol montou para a temporada.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas