O Joinville fez muita força pra não vencer. O Figueirense fez uma força grande pra vencer, mas só teve capacidade de empatar. Reflexo das fragilidades das equipes e dos erros cometidos pelos times em campo e pelos técnicos também.

Continua depois da publicidade

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Clique aqui para entrar na comunidade do NSC Total Esporte no WhatsApp

VÍDEO: Veja o lance polêmico que o Concórdia pediu pênalti contra o Criciúma

O Jec saiu na frente e teve boas possibilidades de surpreender o Figueirense no Orlando Scarpelli. Mas acertou poucas escapadas de contra-ataque. 

Continua depois da publicidade

O Figueirense não criava muito. As poucas jogadas eram as tentativas individuais de Guilherme Pato, que corre e se esforça muito o tempo inteiro. 

VÍDEO: Figueirense marca gol relâmpago contra o Joinville no Campeonato Catarinense

O segundo tempo começou com Fabinho Santos fazendo três alterações mesmo vencendo o jogo, mas sem tirar quem precisava sair. Bruno Silva e Muriqui eram os jogadores que tinham que ser substituídos. Um porque ia ser expulso e outro porque estava totalmente fora do jogo.

Mas o Jec se esforçou em entregar a virada para o Figueirense, que conseguiu empatar, mas não teve capacidade e qualidade para virar.

VÍDEO: Criciúma vence o Concórdia com golaço de “zagueiro artilheiro” no Campeonato Catarinense

Não teve bola, na realidade. O Jec ficou com dois jogadores a menos – Bruno Silva (previsível) e Lucas Souza. Mas João Burse foi burocrático nas alterações e o time em campo foi precipitado, jogou errado com bolas cruzadas o tempo inteiro, e chutando de fora da área pra cima e pra fora. o goleiro do Jec trabalhou, mas só fez uma grande defesa, numa cabeçada de Nicolas.

Continua depois da publicidade

Foi um festival de erros. Dos dois times. Nenhum dos dois mereceu vencer. Faltou futebol pra Figueirense e Joinville. 

Destaques do NSC Total