publicidade

Navegue por
Faraco

Base

O dinheiro está na formação de atletas

Compartilhe

Por Faraco
24/05/2019 - 10h37 - Atualizada em: 24/05/2019 - 10h37
PontePress/Divulgação

Figueirense e Avaí colocaram em campo os times sub-23 no Campeonato Brasileiro de Aspirantes, que começou quinta-feira. Foi uma garotada que fez o resultado, tanto num quanto no outro time. E é justamente aí que está a solução de muitos problemas. O Avaí já enxergou isso e vem progressivamente construindo uma nova realidade com utilização destes atletas formados no clube e com negócios que dão fôlego para tocar as finanças necessárias.

A manutenção de percentuais de direitos para negociações futuras é um gatilho muito interessante já utilizado pelo presidente Francisco Battistotti. O Figueirense é que precisa acordar para isso. Proteger a base, os direitos dos atletas e não torrar o que é o maior patrimônio. A base pode salvar o Figueirense muito mais do que qualquer promessa de financiamento ou investimento ou ainda pagamento de dívidas. Há atletas de talento e com valor que pode fazer o Furacão sair do buraco financeiro em que se meteu. Se não tiver esse cuidado, o clube corre o risco de não sair do lugar ou, pior do que isso, se afundar ainda mais nos números. 

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação