O Campeonato Catarinense 2024 vive no momento a ameaça de desistência de duas equipes. Inter de Lages e Concórdia têm problemas com os estádios e o caderno de exigências da FCF. O resultado prático pode ser a desistência dos clubes para o Estadual do ano que vem.

Continua depois da publicidade

Avaí investe em reforços com passagens por Flamengo, Botafogo e Coritiba

Avaí vai mudar de material esportivo em 2024

Concórdia e Inter de Lages conquistaram vaga e têm todo o direito de disputar a elite do futebol catarinense em 2024. A questão é estrutural e é uma questão que está existe há muito tempo e não é responsabilidade exclusiva das duas equipes em pauta agora.

O Campeonato Catarinense é um “produto” de todos. Os clubes, que têm a Associação, e a Federação precisam se juntar não só para jogar, para disputar as partidas, mas para resolver problemas conjuntamente. Por que não contratar uma empresa para cuidar dos gramados (o problema do Inter de Lages no momento) para o Estadual? A Associação de Clubes poderia tomar a dianteira nisso. Os clubes dividiriam a conta e todos seriam beneficiados com bons gramados.

Continua depois da publicidade

E algo que precisa ser repensado é o aumento recente de 10 para 12 times. O Catarinense ideal é com oito times, mas até dá pra entender que sejam 10. Mas 12 times é demais – a realidade tem comprovado isso.

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Clique aqui para entrar na comunidade do NSC Total Esporte no WhatsApp

Não há Estadual, fora Rio e São Paulo, que tenha tanto potencial atrativo de disputa, com times e marcas históricas como o Catarinense. Um pouco mais de cuidado e de soluções conjuntas, facilitaria para todos e não deixaria a competição exposta à situações críticas como a atual.  

Destaques do NSC Total