publicidade

Navegue por
Faraco

No Avaí

Ricardo vira peça fundamental no esquema treinado

Compartilhe

Por Faraco
13/03/2019 - 11h05 - Atualizada em: 13/03/2019 - 11h02
Foto: Janniter de Cordes/CBN Diário
Foto: Janniter de Cordes/CBN Diário

O técnico Geninho montou um time com três zagueiros, mas não com uma linha de três. O zagueiro Ricardo entrou no time, mas como volante. É uma modificação bem relevante em relação ao que o treinador vinha fazendo com o time na temporada. Mas a movimentação do “zagueiro Ricardo” quando o Avaí tiver a posse de bola é que vai dizer o que Geninho quer.

Se ele baixar e formar uma linha com os dois outros zagueiros, é o tradicional 3-4-3, liberando os laterais para o jogo e para o ataque. Se Ricardo permanecer como volante, os dois meias – Pedro Castro e Matheus Barbosa terão mais liberdade para encostar no ataque. Os laterais ficariam mais, montados na linha defensiva.

Geninho surpreendeu. Até porque uma única vez o zagueiro foi utilizado assim. Foi contra o Joinville, em apenas 45 minutos, na vitória de 3 a 0 da equipe, na segunda rodada do returno do Catarinense. Ricardo deu proteção aos dois meias, que eram naquele jogo Luanzinho e Mortiz, mas estava desconfortável na saída de bola e até no posicionamento. Acredito que dá para jogar e vai dar bastante proteção à defesa, mas tem lá seus riscos pela pouca rodagem do time neste formato.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação