nsc
nsc

publicidade

Acabaram as chances

Rodada desta quarta-feira decretou o fim de 2019 para o futebol catarinense

Compartilhe

Faraco
Por Faraco
28/11/2019 - 01h38 - Atualizada em: 28/11/2019 - 08h53
Chapecoense perde e está rebaixada à Série B do Brasileiro (Foto: Márcio Cunha/ACF)
Chapecoense perde e está rebaixada à Série B do Brasileiro (Foto: Márcio Cunha/ ACF)

Com a derrota da Chapecoense para o Botafogo o ano acabou. Foram três rebaixamentos em quatro entre as Séries A e B. Na primeira divisão, Avaí e Chapecoense caíram e não há o que contestar. Foram muito mal no Brasileirão.

Em 2020, Santa Catarina vai apenas assistir à Série A. Infelizmente!

O Avaí fez uma das piores campanhas da história. Até aqui são 18 pontos somados em 35 rodadas. A campanha é um vexame. Ainda faltam três partidas e o torcedor não aguenta mais ver seu time em campo. O torcedor está envergonhado, triste, chateado. Na partida desta quarta, o Corinthians foi mais um time a jogar em ritmo de treino contra o Leão. O placar de 3 x 0 poderia ter sido maior se o Timão tivesse apertado o ritmo. Desde a partida contra o Fortaleza, na Ressacada, o campeonato do Avaí já havia terminado.

A Chapecoense até conseguiu lutar mais. Manteve as esperanças até este jogo contra o Botafogo, mas não teve, mais uma vez, uma mínima capacidade de definir jogadas. O Botafogo encaixou um sistema de contra-ataques no segundo tempo e venceu o jogo assim. O último lance da partida, o gol perdido por Henrique Almeida, é um exemplo dessa falta de capacidade da Chape.

Assim que a partida terminou e o rebaixamento foi confirmado, o clube postou uma mensagem nas redes sociais, na tentativa de deixar uma palavra de carinho e consolo aos torcedores. A Chapecoense cresceu muito nos últimos anos, mas neste ano deu um passo maior que a perna e levou um tombo grande – esportivo e financeiro. Vai precisar recuperar o seu modo antigo de fazer futebol e o legado deixado pelo saudoso e competente presidente Sandro Palaoro, que se foi na tragédia de 2016 e faz muita falta.

Só o trabalho e muita união pode reerguer cada um dos clubes. Avaí e Chapecoense são grandes e têm muita força. Precisam reconhecer erros e corrigir rotas. Podem voltar a crescer com a força de suas torcidas e suas histórias vitoriosas. O futebol catarinense foi atropelado neste ano. Foi uma pancada muito forte.

Deixe seu comentário:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade