publicidade

Navegue por
Faraco

Brasil sil sil

Uma convocação conservadora de Tite para a Copa América

Compartilhe

Por Faraco
17/05/2019 - 23h12 - Atualizada em: 17/05/2019 - 23h17
Tite com a lista definitiva. Foto: Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação
Tite com a lista definitiva. Foto: Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação

Tite respondeu na coletiva pós-convocação que não estava pensando no resultado, mas no rendimento. Só que a prática não mostra isso. A convocação foi extremamente conservadora, com jogadores que certamente não vão completar este novo ciclo até a próxima Copa do Mundo, em 2022, mas que podem dar ao treinador uma segurança para a Copa América no próximo mês. Ou seja, a prática mostra o treinador preocupado com o resultado imediato e com as pressões que podem vir caso não seja campeão. O Tite conservador e preocupado com o resultado aparece nas convocações para a defesa. Daniel Alves, Miranda, Thiago Silva, Fágner, Filipe Luís – todos jogadores de uma geração que vai ficar pra trás agora.

São excelentes atletas, mas o momento na Seleção já não deveria mais ser deles. Tite poderia e deveria usar este início de ciclo para trazer jovens e equilibrar as escolhas entre experiência e juventude. Para cada setor um mais jovem e um mais experiente. Há talentos pra isso. O momento pede renovação e Tite escolheu não arriscar. Avalio que está pelo caminho errado.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação