nsc
    nsc

    LANÇAMENTO DIGITAL

    Serginho Almeida lança discos nas plataformas digitais

    Compartilhe

    Fernanda
    Por Fernanda Nasser
    05/04/2021 - 09h38
    O artista tem mais de 35 anos de carreira
    O artista tem mais de 35 anos de carreira (Foto: Isadora Manerich)

    Os trabalhos de Serginho Almeida, que tem mais de 35 anos de carreira e dois discos lançados, só estavam disponíveis em formato físico, mas agora estarão em todas as plataformas digitais de música. Maloya, de 2016, será disponibilizada a partir de 16 de abril, e Lua na Ilha, lançado em 1999, está on-line desde sexta-feira (2).

    > Receba as notícias do Santa direto no seu WhatsApp. Clique aqui.

    Lua na Ilha foi produzido sob forte influência das experiências vividas pelo músico no litoral catarinense. O disco, que tem arranjos assinados por Guinha Ramires, reflete bastante da formação musical de Serginho Almeida, com fortes influências da cultura do cancioneiro brasileiro e a presença de uma música híbrida, em que há pitadas de vários ritmos, sobressaindo-se a MPB e o reggae.

    — O Lua na Ilha reflete muito a atmosfera daquela época. São músicas que remetem a histórias que vivemos, a atmosfera e as vivências com lugares e pessoas muito especiais — comenta Serginho, que atualmente mora em Blumenau, onde cursa Música.

    Depois de anos viajando e fazendo shows por diversos lugares pelo Brasil, sobretudo nos estados do Sul, Serginho viveu um período na Espanha, onde fez shows de divulgação do primeiro disco, e também em Portugal.

    — Estou muito empolgado por, enfim, disponibilizar minha discografia nas plataformas. São discos muito especiais, porque sempre prezei muito pela verdade na minha música. Vai ser muito especial dividir esse trabalho com o público — afirma.

    Ao passo em que disponibiliza os dois discos nas plataformas digitais, Serginho segue produzindo um novo trabalho. O músico está em estúdio gravando material que dará origem ao terceiro disco da carreira. Para antecipar um pouco do próximo álbum, alguns singles devem ser lançados ao longo do ano.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas