publicidade

Gerson

Exposição Doce Melodia em Joinville

Exposição Doce Melodia

Compartilhe

Por Gerson Junior
04/06/2019 - 07h00 - Atualizada em: 04/06/2019 - 07h00
Exposição Doce Melodia
Até o final de junho, 15 fotos ficarão expostas, com entrada gratuita. O Instituto Core de Música irá oferecer também, gratuitamente, uma oficina de musicalização infantil para crianças entre 4 e 6 anos. Foto: Divulgação

A música, quando sentimos, faz com que a gente abrace as notas musicais. Notas essas que contam histórias, em diferentes melodias, assim como as imagens que acabam ficando registradas em nossa memória. E é nesse embalo que a fotógrafa Kalina Grabowski apresenta, ao lado do Instituto Core de Música, a exposição Doce Melodia, no Espaço Garten+, no Garten Shopping.

Kalina fotografou alguns alunos do Instituto Core de Música para mostrar um pouco do que é a essência desse projeto que promove a inclusão social por meio da formação musical desde a infância, em Joinville. A proposta do Instituto é formar três orquestras: Infanto juvenil, cuja estreia ocorreu agora em maio, Jovem (2025) e Filarmônica Profissional (2030).

Até o final de junho, 15 fotos ficarão expostas, com entrada gratuita. O Instituto Core de Música irá oferecer também, gratuitamente, uma oficina de musicalização infantil para crianças entre 4 e 6 anos.

Feira do Livro

Nesta sexta-feira, começa a 16ª edição da Feira do Livro de Joinville, considerado o melhor evento cultural do estado de Santa Catarina. Durante 10 dias, com intensa programação diária ao redor do livro e da leitura.

encontro com autores, sessões de autógrafos, apresentações culturais, sessões de cinema e contações de histórias. O tema deste ano é “Literatura: Aproximando Corações”.

Semana Nacional de Arquivos

De hoje até quinta-feira, o Arquivo Histórico de Joinville (Av Hermann August Lepper, 650), participa da Semana Nacional de Arquivos, com programação especial, gratuita e aberta ao público. Uma das atrações serão as Visitas Guiadas, que acontecerão nos três dias de evento, em horários diferentes. Na atividade, os visitantes poderão conhecer as dependências do AHJ, as atividades realizadas pelos profissionais e, ainda, as salas onde estão o acervo do Arquivo.

Na ocasião, os técnicos apresentarão documentos clássicos como o a primeira lista de imigrantes que chegaram a Joinville a bordo da Barca Colon; e o primeiro mapa do território que posteriormente deu origem à cidade de Joinville. O documento é datado de 1846, foi elaborado por Jerônimo Coelho e representava o território demarcado como dote de casamento da princesa D. Francisca.

Os interessados em participar deverão se inscrever antecipadamente pelo e-mail aquivopermanente.ahj@joinville.sc.gov.br.

O Arquivo Histórico de Joinville fica na – Saguaçu. A entrada é gratuita e o horário de visitação é de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas.

Latinidades em Joinville

Sexta-feira, a partir das 19h, na Casa 97 (Rua Arco-Íris, 97, iririú), Ozir Padilha, cantor/interprete, violonista e pesquisador da música latina, realiza concerto que promete esquentar a noite, executando clássicos do Buena Vista Social Club, Ibrahin Ferrer, Vicente Amigo, Paco de Lucia, Carlos Santana e Alain Perez. Acompanhado do percussionista Rafael Vieira e do pianista Fábio Oliveira trarão muita alegria nos improvisos dançantes ao ritmo de guajira, merengue, salsa, rumba, elementos da música cubana.

E ainda, nesta noite teremos a participação especial da joinvilense Erika Nessler, que fará intervenção de dança flamenca. Ingressos custam R$ 15.

Deixe seu comentário:

Gerson Junior

Gerson Junior

Gerson Junior

Gerson Junior mantém você informado sobre a agenda cultural de Joinville e região. Os melhores shows, espetáculos, exposições e opções de lazer e diversão estarão neste espaço.

gerson.schwoelk@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade