nsc
nsc

Redução

Estudo feito na Índia pode auxiliar no combate à mortalidade por câncer de mama

Compartilhe

Leo
Por Leo Coelho
12/08/2021 - 14h36
O encontro terá ainda a participação de três dos maiores especialistas em câncer de mama no Brasil
O encontro terá ainda a participação de três dos maiores especialistas em câncer de mama no Brasil (Foto: pixabay/divulgação)

Um estudo realizado na Índia mostra como foi possível a redução da mortalidade pelo câncer de mama em 15% nos 20 anos em que o trabalho foi realizado, acompanhando 150 mil mulheres de baixa renda. E é justamente o médico que esteve à frente dessa ação, Rajendra Badwe, que conversa com profissionais brasileiros neste sábado, a partir das 9h, em evento virtual promovido pelo Clube da Mama, grupo de estudos da Sociedade Brasileira de Mastologia - Regional Santa Catarina (SBM/SC). Vale destacar que o câncer de mama é a primeira causa de morte por câncer entre as mulheres brasileiras.

Executivos do Hard Rock visitam Arena Petry. Reinauguração está prevista para o final do ano

Rajendra Badwe é considerado um dos maiores pesquisadores sobre câncer de mama do mundo
Rajendra Badwe é considerado um dos maiores pesquisadores sobre câncer de mama do mundo
(Foto: )

Diretor do Tata Memorial Centre em Mumba e considerado um dos maiores pesquisadores sobre câncer de mama do mundo, Rajendra Badwe mostrará a experiência de rastreamento apenas com exame físico, sem o uso da mamografia, para identificação e tratamento do câncer de mama. Para isso, foram treinados profissionais da saúde não médicos. Por ser uma iniciativa mais barata e realizada e um país com características semelhantes às do Brasil, mastologistas locais acreditam ser possível elaborar novos programas de rastreamento que não sejam apenas os baseados na mamografia como estratégia de redução de mortalidade.

Mariquinha é palco de Collab de ascensão das mulheres empreendedoras

“Aqui temos focado na mamografia, contudo, com resultados insuficientes”, avaliou Adriana Freitas, presidente da SBM/SC e coordenadora do evento
“Aqui temos focado na mamografia, contudo, com resultados insuficientes”, avaliou Adriana Freitas, presidente da SBM/SC e coordenadora do evento
(Foto: )

O encontro com Rajendra Badwe terá ainda a participação de três dos maiores especialistas em câncer de mama no Brasil, com importantes experiências e resultados positivos em rastreamento: Luiz Henrique Gebrim, diretor do Hospital Pérola Byington (SP); Ruffo de Freitas Jr, coordenador do Programa de Mastologia da Universidade Federal de Goiás; e Sandra Gioia, secretária-adjunta da Sociedade Brasileira de Mastologia e diretora do Núcleo de Mama do Colégio Brasileiro de Cirurgiões (CBC).

Relembre a trajetória de Tarcísio Meira, um dos maiores galãs da TV no Brasil

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

Leo Coelho

Colunista

Leo Coelho

Referência no segmento social e com vasta experiência no mercado, o jornalista traz informações relevantes e exclusivas sobre Florianópolis. Notícias de bastidores da sociedade, círculos de influência, curiosidades, frases e causos. Os olhos e ouvidos da NSC na Capital catarinense.

siga Leo Coelho

Leo Coelho

Colunista

Leo Coelho

Referência no segmento social e com vasta experiência no mercado, o jornalista traz informações relevantes e exclusivas sobre Florianópolis. Notícias de bastidores da sociedade, círculos de influência, curiosidades, frases e causos. Os olhos e ouvidos da NSC na Capital catarinense.

siga Leo Coelho

Mais colunistas

    Mais colunistas