nsc
    nsc

    Luto

    Faleceu o médico Henrique Prisco Paraíso, ex-presidente da ACM

    Compartilhe

    Leo
    Por Leo Coelho
    11/11/2020 - 09h08 - Atualizada em: 11/11/2020 - 09h46
    Dr. Henrique Manoel Prisco Paraíso foi uma das grandes referências da medicina em SC. No dia 16 de novembro de 2019, recebeu o título de cidadão honorário de Florianópolis
    Dr. Henrique Manoel Prisco Paraíso foi uma das grandes referências da medicina em SC. No dia 16 de novembro de 2019, recebeu o título de cidadão honorário de Florianópolis (Foto: Acervo familiar / Divulgação)

    Henrique Manoel Prisco Paraíso faleceu na noite desta terça-feira, dia 10, aos 93 anos no Hospital de Caridade em Florianópolis. Respeitado médico na Capital, Dr. Henrique foi presidente da Associação Catarinense de Medicina, escritor, com sete livros publicados, sendo a última obra lançada em 2019 intitulada “Pensei, Disse e Escrevi”, que narra as suas memórias como médico e cirurgião, líder do associativismo médico, ex-presidente da ACM, fundador da faculdade de medicina e ex-secretário de Estado da Saúde, entre outros tantos feitos de sua trajetória de 93 anos de idade. 

    Dr. Henrique era pai do empresário Paulo Prisco Paraíso, Luiz Mario e do jornalista Claudio Prisco Paraíso.

    Henrique Prisco Paraíso formou-se na Faculdade de Medicina do Estado da Bahia, em 1950, e fez residência médica no Hospital dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. Sua última obra foi o livro: “Pensei, Disse e Escrevi”, publicado em 2019
    Henrique Prisco Paraíso formou-se na Faculdade de Medicina do Estado da Bahia, em 1950, e fez residência médica no Hospital dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. Sua última obra foi o livro: “Pensei, Disse e Escrevi”, publicado em 2019
    (Foto: )

    O velório acontece – de maneira fechada, apenas para familiares – na manhã desta quarta-feira, dia 11, no cemitério do Itacorubi, com o enterro marcado para o meio-dia.

    A ACM, Associação Catarinense de Medicina, divulgou uma nota de pesar na manhã desta quarta-feira, dia 11:

    “A Associação Catarinense de Medicina (ACM) comunica com profundo pesar o falecimento do Dr. Henrique Prisco Paraíso, ocorrido nesta 3ª-feira (dia 10/11/2020), aos 93 anos de idade, em Florianópolis. Formou-se na Faculdade de Medicina do Estado da Bahia, em 1950, e fez residência médica no Hospital dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro. Logo após, mudou-se para Florianópolis, onde atuou como cirurgião dos Hospitais de Caridade e Celso Ramos, desde sua inauguração, da Casa de Saúde São Sebastião e das colônias Santana e Santa Tereza. Foi um dos fundadores das Faculdades de Medicina e de Enfermagem, e professor de Técnica Operatória da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), de 1962 a 1986, quando se aposentou. Em 1971, assumiu o cargo de Secretário de Estado da Saúde, no então Governo Colombo Machado Salles (1971-1975). Era membro da Academia Catarinense de Medicina – desde sua fundação, e nos últimos anos se dedicou à literatura, lançando inúmeros livros, como “Abelhas e Vaga-Lumes” (2006), “Ecos na Penumbra” (2009) e “Poemas Outonais” (2011), “Pensei, Disse e Escrevi” (2019), entre outros.

    Foi presidente da ACM na gestão 1965-1967, sendo responsável pela inauguração do antigo edifício ACM, primeira sede própria da entidade, que ficava no sexto andar do prédio, sendo os demais andares ocupados por consultórios médicos. Por suas mãos foram criadas diversas Regionais Médicas no estado, assim como foram incrementadas fortemente as atividades científicas da classe.

    Liderança das mais importantes da medicina catarinense, foi respeitado por todos que acompanharam a sua trajetória, deixando um exemplo de vida dedicada à medicina e grande saudade dos familiares, amigos e colegas de profissão. A todos, a Diretoria da ACM registra sua solidariedade e homenagem.”

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas