nsc
    nsc

    Pandemia

    Professora Maristela Della Rocca morre de Covid em Florianópolis

    Compartilhe

    Leo
    Por Leo Coelho
    02/12/2020 - 08h56 - Atualizada em: 02/12/2020 - 22h46
    Maristela Della Rocca estava internada no hospital da Unimed desde outubro
    Maristela Della Rocca estava internada no hospital da Unimed desde outubro (Foto: Divulgação)

    A empresária e professora Maristela Della Rocca faleceu nesta quarta-feira, dia 2, vítima de Covid-19. Depois de permanecer internada no hospital da Unimed desde outubro, ela não resistiu.

    Maristela era natural de Santo Amaro da Imperatriz, mas foi em Florianópolis que começou a construir sua história. Atuou por 26 anos na Thaleifa, salão de beleza que ficava ao lado do Beiramar Shopping. O salão foi fundado em 1988 junto com seu sócio e ex-companheiro, pai dos seus filhos e atual amigo, Wagner. 

    > Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

    Atualmente, Maristela era professora no Senac. Ela se reinventou ao dividir seus conhecimentos de prestigiada cabeleireira como professora do Curso de Cabelos do Senac. E passou a dedicar seu tempo entre ensinar seus alunos, cuidar de suas clientes, e se doar generosamente aos seus filhos, que tanto a amam.

    A empresária era prima do maestro Jeferson Della Rocca.

    Maristela Della Rocca deixa três filhos: Leila, Thais e Fabio.
    Maristela Della Rocca deixa três filhos: Leila, Thais e Fabio.
    (Foto: )

    O velório ocorre na manhã desta quinta-feira, dia 3, no crematório de Palhoça, mas será fechado.

    — Minha mãe é e sempre será uma marca de coragem. Batalhadora, vencedora em quase todas suas lutas, perdendo apenas para uma doença imprevisível e cruel. O legado dela é de força, pensamento positivo, e generosidade. Se eu for um dia metade da mulher que ela foi, serei imensa — disse a filha, Thais Dela Roca.

    A pandemia nos tem levado muitas pessoas queridas. E, certamente, ao levar de nós a Maristela, fica um vazio doloroso. Dona de um sorriso épico, e de tamanha generosidade, ela deixa muitas saudades e um sentimento gigante de injustiça. Que você continue sendo Luz por onde estiver!

    Leia também:

    Sequestro de mulher após venda de celular pela internet é investigado pela polícia em Florianópolis

    Polícia descobre pistas sobre grupo que assaltou banco em Criciúma

    Com greve da Comcap, prefeitura de Florianópolis contrata empresas para coleta de lixo

    Homem é preso em operação para derrubar casa irregular em Florianópolis

    Spotify libera retrospectiva de 2020; saiba como fazer

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas