nsc
nsc

publicidade

Cultura

Arte para Todos participa de Jornada de Psicologia

Compartilhe

Lisandra
Por Lisandra Oliveira
22/08/2019 - 11h00
Nathielle Wougles/Divulgação/ ntegrantes do Grupo de Teatro do SOIS realizam oficina de Vivência Artística em Teatro e manifesto cênico em Campo Mourão
Nathielle Wougles/Divulgação/ ntegrantes do Grupo de Teatro do SOIS realizam oficina de Vivência Artística em Teatro e manifesto cênico em Campo Mourão

Nesta quinta-feira, o Grupo da Oficina de Teatro do SOIS – Arte para Todos participa da 2ª Jornada Integrada de Psicologia. Eles realizarão a oficina de Vivência Artística em Teatro, no Centro Universitário Integrado de Campo Mourão, no Paraná. O grupo que tem integrantes com transtornos mentais também sobe ao palco para a apresentação do manifesto cênico “Grupo de 8 com 12” e da performance teatral “Toda História merece ser contada”.

Segundo a terapeuta ocupacional, Priscila Tocachelis Battistella, destaca as vantagens do grupo se apresentar em outro estado. “Eles se sentem importantes e respeitados, quebrando todos os estigmas que a doença traz. Sem contar todos os benefícios: melhora da autoestima, expressão corporal, verbal, e tantos outros. Essa viagem para Campo Mourão é como um prêmio de reconhecimento por todo o esforço e dedicação do grupo todo”, destaca Priscila.

Para o diretor do grupo, Robson Benta, levar o grupo para outros espaços e outras cidades é também levar o exemplo do possível. “É possível ter arte nos espaços de saúde mental para auxiliar nas terapias e também para fazer arte e levar para suas comunidades”, ressalta Robson.

A Oficina de Teatro do SOIS - Arte para Todos foi criada em 2014 e tem o objetivo de contribuir com os processos de desenvolvimento e reinserção social de pessoas com transtorno mental, atendidos pelos Serviços Organizados de Inclusão Social – SOIS, que integra a Raps - Rede de Atenção Psicossocial de Joinville.

Confira a programação:

- 15h: Oficina de Vivência Artística em Teatro – Arte para Todos destinada a alunos de psicologia participantes do evento, com condução: Robson Benta e assistência dos atores/integrantes da Oficina de Teatro do SOIS – Arte para Todos e da terapeuta ocupacional Priscila Tocachelis Battistella.

- 19h: Apresentação do manifesto cênico “Grupo de 8 com 12” e da performance teatral “Toda História merece ser contada”.

Livro resgata história da língua dos alemães em SC

Você sabia que a língua Hunsrück, falada pelos descendentes alemães em diversas regiões de Santa Catarina, corre risco de extinção? Para contar a história do idioma, nesta quinta-feira, às 17h, no Instituto Internacional Juarez Machado, será lançado o livro “Língua HUNSRÜCK: Introdução à História, Gramática e Cultura do Idioma Alemão mais antigo do Brasil”.

De autoria do jornalista e pesquisador catarinense Ozias Deodato Alves Júnior, o livro relata quase dois séculos do idioma falado em Santa Catarina. O autor apresenta o dialeto, dividindo a pesquisa em um breve histórico da colonização alemã no Sul do Brasil, tópicos de gramática, resgates culturais e depoimentos de “falantes” - hunsrückisch - quase sempre idosos. “Até agora o Hunsrück era uma língua ágrafa, portanto sem literatura, e este é primeiro livro sobre o desprezado idioma catarinense publicado em Santa Catarina”, afirma o autor.

Deixe seu comentário:

Lisandra Oliveira

Colunista

Lisandra Oliveira

Lisandra mostra os bons exemplos de Joinville e região. As pessoas que se dedicam a melhorar o local onde vivem, que inspiram com ações que fazem a diferença na nossa comunidade.

siga Lisandra Oliveira

Lisandra Oliveira

Colunista

Lisandra Oliveira

Lisandra mostra os bons exemplos de Joinville e região. As pessoas que se dedicam a melhorar o local onde vivem, que inspiram com ações que fazem a diferença na nossa comunidade.

siga Lisandra Oliveira

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade