nsc
    nsc

    publicidade

    Meio ambiente

    Educação socioambiental nas escolas para conscientizar estudantes

    Compartilhe

    Lisandra
    Por Lisandra Oliveira
    04/06/2019 - 12h01 - Atualizada em: 04/06/2019 - 13h27
    Billa/Divulgação/ Iniciativa envolve mais de 3 mil estudantes em ações de conscientização da preservação ambiental
    Billa/Divulgação/ Iniciativa envolve mais de 3 mil estudantes em ações de conscientização da preservação ambiental

    Contribuir com a formação de cidadãos comprometidos com a preservação do meio ambiente. Essa é a proposta do projeto “Atitudes e Ações Ambientais”. A iniciativa da empresa, do grupo Jayfex, em parceria com o Instituto Comar – Conservação Marinha do Brasil. O projeto envolve mais de 3 mil alunos do Ensino Fundamental, de 7 a 11 anos. Eles participam de atividades que abrangem contação de histórias, jogos educacionais sobre o meio ambiente e visitas a parques para conhecer o bioma da região.

    Os estudantes também recebem também, uma cartilha ilustrada de autoria do artista Chicolam (autor da série Menino Caranguejo), que fala sobre os resíduos encontrados nos manguezais, rios, oceanos e a responsabilidade de cada um para evitar o descarte incorreto desses materiais no ecossistema.

    A intenção, conforme o diretor de marketing da Billa, Cedric Creuz, é ajudar a formar cidadãos socialmente responsáveis e comprometidos com a preservação do manguezal da Baía da Babitonga, considerada fundamental para manter o equilíbrio do ecossistema. “Essa região abriga 75% dos manguezais existentes no estado de Santa Catarina, ambiente considerado o berçário da vida marinha, completa o diretor de marketing da Billa.

    Jogos educacionais sobre o meio ambiente e visitas em parques fazem parte do projeto
    Jogos educacionais sobre o meio ambiente e visitas em parques fazem parte do projeto
    (Foto: )

    A Escola Municipal Prof. Reinaldo Pedro de França, no Morro do Amaral, localizada nas proximidades do manguezal da Baía da Babitonga, é uma das 20 escolas da rede municipal que já recebeu o projeto.

    De acordo com Cedric Creuz, a estratégia de investir na educação ambiental de crianças é considerado, pela empresa e Instituto Comar, o ponto de partida para que a preservação e a regeneração do manguezal aconteçam. “É um público com potencial disseminador em suas casas e que tem a oportunidade de se transformarem em adultos conscientes. A ação incentiva principalmente o descarte correto do lixo e o tratamento adequado do esgoto”, ressalta.

    Deixe seu comentário:

    publicidade

    publicidade

    publicidade

    publicidade