nsc

publicidade

Lisandra

Cultura

Exposição marca os 190 anos da imigração alemã em SC

Compartilhe

Por Lisandra Oliveira
23/08/2019 - 14h32
Divulgação/ Exposição "História Repartida" permanece até 10 de outubro na biblioteca do Corpo de Bombeiros de Joinville
Divulgação/ Exposição "História Repartida" permanece até 10 de outubro na biblioteca do Corpo de Bombeiros de Joinville

A exposição “História Repatriada” - que revela documentos inéditos sobre alemães em Santa Catarina durante a Segunda Guerra Mundial - faz parte das comemorações dos 190 anos da imigração alemã para Santa Catarina. A mostra é composta por grandes painéis, permanecerá até 10 de outubro na biblioteca do Corpo de Bombeiros de Joinville.

Os cerca de cinco mil documentos reúnem diários, cartas, solicitações, documentos financeiros e correspondências oficiais da Embaixada, Consulado (Porto Alegre) e Vice-consulados (em Florianópolis e São Francisco do Sul) da Espanha entre 1942 e 1945. Uma das mais importantes revelações até agora é a atenção e o cuidado que os espanhóis dispensavam aos alemães no Brasil: vistos como inimigos em solo brasileiro em razão da guerra, uma parcela desses alemães foi encaminhada a centros de internação e recebeu a visita pessoal do vice-cônsul espanhol, para saber como estava sendo tratada e do que necessitava.

Os arquivos foram descobertos pela professora doutora espanhola Elda Gonzales Martinez, do Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC), de Madri, quando realizava pesquisas no Arquivo Central do Governo, na cidade de Alcalá de Henares, também na Espanha, em 2015.

A exposição é realizada por meio de parceria entre o Instituto Carl Hoepcke e o Laboratório de Imigração, Migração e História Ambiental da UFSC. “A importância desse material está no ineditismo e porque lança luzes sobre a triangulação Espanha-Brasil-Alemanha entre 1942-45”, explica João Klug, professor do departamento de História da UFSC.

“Os papéis trazem indícios que apontam para um novo cenário que pode, a partir de pesquisas futuras mais detalhadas, mudar a historiografia local e mesmo internacional da época”, complementa Manoel Teixeira dos Santos responsável pela análise e seleção do conteúdo.

Atividades marcam a Semana do Soldado no 62º Batalhão de Infantaria

Até domingo (25) várias atividades para a comunidade estão sendo realizadas no 62º Batalhão de Infantaria Francisco de Lima e Silva, em comemoração à Semana do Soldado. Nesta sexta-feira teve solenidade, com entrega de medalhas aos militares. Durante a cerimônia, soldados e alunos incorporados prestaram o Compromisso à Bandeira Nacional. O objetivo foi fortalecer o significado da data, reforçando a cultura cívica em homenagem a Duque de Caxias., patrono do Exército Brasileiro.

O encerramento das festividades, no dia 25 de agosto, será com a Banda de Música do Batalhão que fará uma apresentação na instituição, às 10h30. Além da banda haverá uma exposição de materiais e armamentos de uso militar.

Deixe seu comentário:

Lisandra Oliveira

Lisandra Oliveira

Lisandra Oliveira

Lisandra mostra os bons exemplos de Joinville e região. As pessoas que se dedicam a melhorar o local onde vivem, que inspiram com ações que fazem a diferença na nossa comunidade.

lisandra.oliveira@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade