nsc

publicidade

Lisandra

Esporte

Olimpíada da Terceira Idade tem início em Joinville

Compartilhe

Por Lisandra Oliveira
21/08/2019 - 14h54 - Atualizada em: 21/08/2019 - 16h20
Divulgação/ Cerimônia contou com o desfile dos grupos que até o dia 29 disputam a competição
Divulgação/ Cerimônia contou com o desfile dos grupos que até o dia 29 disputam a competição

Começou nesta semana a 28ª Olimpíada da Terceira Idade de Joinville. Cerca de 300 homens e mulheres com mais de 55 anos disputam a competição que envolve desde os jogos de mesa até bocha, dança de salão, tênis de mesa, vôlei e prova cultural. Na segunda-feira, a competição se concentrou com os jogos de mesa como canastra, dominó, general e truco na sede da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Joinville.

Os jogos tem a proposta de promover interação, estimular a participação na sociedade e criar uma opção de lazer e recreação para os idosos. Considerado o maior evento da cidade, e um dos maiores de Santa Catarina voltado a um segmento de pessoas com mais de 55 anos, algumas na faixa dos 80, a Olimpíada da Terceira Idade de Joinville é disputada por equipes que integram dez grupos de atletas mais velhos.

O secretário da Sesporte, Estevan Cattoni, enalteceu a proposta dos jogos de estimular a atividade física como forma de prevenção de doenças, assim como de aproximar as pessoas. “O esporte traz equilíbrio emocional, psíquico e bem estar físico, fatores de real importância para garantir boa qualidade de vida a todos, principalmente na terceira idade”.

Os jogos seguem até 29 de agosto, tiveram a cerimônia de abertura realizada na última sexta-feira, no ginásio Abel Schulz. O evento contou com desfile dos grupos participantes, execução do Hino Nacional pela Banda de Música do 62º Batalhão de Infantaria e juramento do atleta Rui Giesel, 73 anos, do Centro de Convivência da Melhor Idade.

Vencendo o inesperado

Abrindo a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Múltipla, hoje às 19h30, o Shopping Mueller Joinville é palco de uma palestra gratuita aberta ao público que aborda o tema da superação humana. Eduardo Anton – empresário, palestrante, escritor e coach – parte de sua experiência pessoal para falar sobre a busca de um propósito de vida e de autoconhecimento, buscando ajudar todas as pessoas interessadas em alcançarem seus objetivos.

Sobrevivente de um atentado em que levou quatro tiros, Eduardo fugiu da vitimização e passou a encarar a vida de uma maneira positiva, transformando sua carreira. Após a palestra, ele estará disponível para conversar com o público, além de vender e autografar seu livro “Inesperado”, em que conta a sua saga de superação pessoal. O lucro do livro é totalmente doado para instituições sociais de Joinville: Lar do Idoso Betânia e Associação Joinvilense para a Integração dos Deficientes Visuais

Deixe seu comentário:

publicidade