publicidade

Navegue por
Loetz

Ajorpeme é contra aumento da taxa de esgoto

Compartilhe

Por Loetz
15/01/2019 - 12h55 - Atualizada em: 15/01/2019 - 13h09

A Associação de Joinville e Região da Micro, Média e Pequena Empresa (Ajorpeme) reafirma sua posição contrária ao aumento proposto pela Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (Aris), de 80% para 100% da taxa de esgoto do município.

No dia 17, quinta-feira, será realizada uma nova audiência pública para discutir o tema. A entidade empresarial esteve presente na audiência anterior e voltará a participar para defender os interesses da comunidade.

A associação, que reúne 2.200 associados, acredita que a justificativa da agência reguladora Aris de que o reajuste tem como propósito ampliar a rede de coleta do município - não é válida. Argumenta:

- A prefeitura de Joinville já cobra uma tarifa de água (R$33,82) mais alta que muitas cidades vizinhas, como Blumenau (R$ 29,98), Brusque (R$ 27,70) e Jaraguá do Sul (R$ 31,64). Além disso, a prefeitura retirou como "lucro", somente no ano de 2017, mais de R$ 22 milhões, por ser sócia-majoritária da companhia. Esse valor deveria ser investido em obras que beneficiarão os munícipes, declara Victor Kochella, presidente da Ajorpeme. 

A primeira audiência, realizada no ano passado, não terminou porque veementes manifestações contrárias evitaram o desfecho.

Deixe seu comentário:

Cláudio Loetz

Loetz

Loetz

Claudio Loetz é um dos mais renomados colunistas de economia do Sul do Brasil. Com textos analíticos e informativos, é a principal fonte de informação para os interessados em negócios em Joinville e região.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação