nsc
    nsc

    Recuperação

    Comércio do arroz: preço da saca volta ao patamar de R$ 40 no Norte de SC

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    21/12/2018 - 03h30
    Arroz
    (Foto: )
    (Foto: )

    A safra de arroz 2018/2019 deve ter produtividade semelhante, mas preços melhores que a colheita anterior, conforme estimativa da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri). O preço está em R$ 40, bem acima que o valor comercializado ao longo da última safra, porém ainda menor que a cotação de R$ 45 nos níveis de 2017.

    A perspectiva é decorrente da redução de estoque até a próxima colheita, já que o país conseguiu exportar parte do excesso de produto que estava armazenado - foram colhidas 170 mil toneladas do grão somente na microrregião de Joinville.

    Na última safra, 2017/2018, o preço por saca de 50 quilos ficou na média de R$ 33 e, hoje o valor de comercialização já chega a R$ 40, considerando o fato de que este é um resquício do que os agricultores já venderam da produção passada.

    O preço mínimo estabelecido pelo governo federal para o arroz tipo longo fino até janeiro de 2019 é de R$ 36,01 e, a partir de fevereiro passará para R$36,44.

    – Na prática, hoje, esse valor de preço mínimo é utilizado para quem tem financiamento de arroz pela linha Pronaf (Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar), ter desconto proporcional, caso o preço de mercado esteja abaixo dele — diz o engenheiro agrônomo Hector Silvio Haverroth, titular da Epagri em Joinville, ao indicar a tendência de alta nos preços.

     

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas