nsc

publicidade

Loetz

Empresas

Duratex compra a Cecrisa por até R$ 539 milhões

Compartilhe

Por Loetz
23/05/2019 - 12h23 - Atualizada em: 23/05/2019 - 12h25

A Duratex comprou a totalidade da Cecrisa, produtora brasileira de revestimentos cerâmicos e detentora da marca Portinari. Para a aquisição de 100% das ações da empresa catarinense, o valor é de até R$ 539 milhões e será composto por: pagamento de R$ 264 milhões em dinheiro e possível preço adicional de até R$ 275 milhões, na hipótese de verificação futura de determinadas condições suspensivas. O valor da dívida líquida da companhia era de R$ 442 milhões.

A operação, que está sujeita à aprovação do CADE em conformidade com as normas legais, será realizada sem alterações relevantes na atual estrutura de capital e no endividamento da Duratex.

O novo negócio permitirá a ampliação do portfólio da companhia, que reúne atualmente as marcas Durafloor (pisos laminados, Deca (louças e metais sanitários), Hydra (produtos para aquecimento de água e válvulas), Duratex (painéis de madeira e revestimentos de paredes e forros) e Ceusa (revestimentos cerâmicos). Com a transação, a companhia espera capturar gradualmente sinergias operacionais e administrativas acima de R$ 250 milhões.

“Colocamos, diariamente, toda a nossa energia em desenvolver soluções para melhorar os ambientes, tornando a aquisição da Cecrisa estratégica não só para a expansão dos negócios da Duratex como para reforçar o nosso

propósito de oferecer Soluções para Melhor Viver”, afirma Antonio Joaquim de Oliveira, presidente da Duratex. A Cecrisa é referência para indústria nacional por oferecer qualidade e confiança em seus produtos, além de ser detentora da marca premium Portinari, uma das mais conhecidas do mercado.

Com capacidade de produção de 20 milhões m²/mês, a Cecrisa possui três unidades fabris no Brasil, sendo duas em Criciúma (Santa Catarina) e uma em Santa Luzia (Minas Gerais), e cerca de 1.700 colaboradores. Apresentou receita líquida de R$ 652 milhões e EBITDA de R$ 112 milhões em 2018.

Deixe seu comentário:

publicidade