nsc
nsc

Economia

Marca Feistock, de São Bento do Sul, está à venda; investidores querem levar feira a outro estado brasileiro

Compartilhe

Loetz
Por Loetz
25/08/2020 - 15h31
Feira de Móveis e Decoração foi novamente adiada por causa do coronavírus
Feira de Móveis e Decoração foi novamente adiada por causa do coronavírus (Foto: divulgação)

A marca Feistock, feira de móveis e decoração, está à venda. A decisão é dos sócios da TBS Feiras e Eventos, Júlio Cesar Amaral e Jonathan Roger Linzmeyer, que promovem a Feistock, em São Bento do Sul, desde 2004. Já foram realizadas 31 edições com média de vendas dos expositores de R$ 18,5 milhões por edição. Mais de 650 mil pessoas já passaram pelo pavilhão da Promosul nestas três décadas.

Neste ano, o evento havia sido adiado para setembro por causa do coronavírus e, agora, deve ser realizado em novembro em data ainda a ser definida. 

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

O negócio chamou a atenção de investidor paulista, mas a intenção dos donos da marca é atrair comprador de Santa Catarina para que o evento permaneça na região, diz Linzmeyer.

- A ideia (de venda) surgiu quando fomos procurados por dois investidores de São Paulo, há aproximadamente 60 dias. Era para levar a feira para a capital paulista em sociedade com pessoas de lá. Mas, depois, surgiu o interesse pela marca, e devido ao alcance que a Feistock tem porque atrai consumidores e turistas de diferentes estados.

> Empresários de Joinville estão mais otimistas, mostra pesquisa

Segundo o empresário, auditoria feita revelou que a marca mais a empresa estão avaliadas em R$ 9.763.106,55.

Paralelamente às negociações de venda,  agora a TBS contratou a empresa Conectar Eventos, de Jaraguá do Sul, para a gestão comercial dos negócios. A Conectar é liderada por Mônica Anhaia e Lilian Ferreira. As profissionais têm mais de 20 anos de experiência na área comercial e na organização e comercialização de feiras.

A TBS nasceu em 2004, em Itajaí, como parte de um empreendimento voltado ao comércio exterior e logística internacional. Em 2006 adquiriu a marca, hoje amplamente conhecida por promover a tradicional feira de móveis e decoração no Planalto Norte Catarinense. A feira renova 80% de seus contratos com expositores, automaticamente.

> Joinville tem valorização de imóveis e construtoras aumentam lançamentos

O setor de móveis já passou por vários momentos ao longo de 30 anos: da euforia exportadora nos tempos de dólar alto e preços competitivos mundialmente, à depressão do mercado interno em tempos de crise aguda.

Este é um segmento  com atividades que tem forte correlação com o desenvolvimento da economia e com o poder aquisitivo da população. Vende-se bens de consumo duráveis para o conforto de famílias recém-constituídas, e para clientes em busca de substituição de produtos antigos já exageradamente usados. Daí, a margem de ganhos ter de ser grande.

> Neve é registrada em São Bento do Sul e em Mafra, no Planalto Norte de Santa Catarina

Cláudio Loetz

Colunista

Loetz

Claudio Loetz é um dos mais renomados colunistas de economia do Sul do Brasil. Com textos analíticos e informativos, é a principal fonte de informação para os interessados em negócios em Joinville e região.

siga Loetz

Cláudio Loetz

Colunista

Loetz

Claudio Loetz é um dos mais renomados colunistas de economia do Sul do Brasil. Com textos analíticos e informativos, é a principal fonte de informação para os interessados em negócios em Joinville e região.

siga Loetz

Mais colunistas

    Mais colunistas