Navegue por

publicidade

Loetz

Nova diretoria assume Associação Empresarial de Jaraguá do Sul com a presença do governador

Compartilhe

Por Loetz
13/03/2018 - 11h10 - Atualizada em: 13/03/2018 - 11h10
Jaraguá
(Foto: )

O governador Eduardo Pinho Moreira confirmou presença e vai à solenidade de posse da nova diretoria da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul nesta terça-feira. Esta será a primeira visita oficial do governador à região desde que assumiu o comando da administração estadual, em função da licença de Raimundo Colombo do cargo. O engenheiro Anselmo Ramos (D), empresário da área imobiliária, vai substituir Giuliano Donini (E) no comando. A busca por convergência com os demais segmentos da sociedade jaraguaense será a prioridade de seu mandato.

– A tônica desta diretoria que assume será a do debate, do diálogo, trazendo à discussão temas que pautam não só o dia a dia da classe empresarial, mas também que dizem respeito a comunidade de maneira geral. 

Compressor revolucionário

A Schulz Compressores S.A. lançou o Audaz (MCSV 20), o primeiro compressor de 5 HP com acoplamento direto fabricado no Brasil. O produto é revolucionário e tem características inovadoras. A exclusiva tecnologia é a IC-Tech®, e o processo incluiu ferramentas de simulação computacional de elementos finitos, impressoras 3D e máquinas de sinterização a laser. O investimento é de US$ 2,5 milhões nos últimos dois anos e a economia gerada pelo produto permite que o retorno do investimento ao usuário final aconteça em até 30 meses. O presidente da companhia, Ovandi Rosenstock, afirma que a empresa lançou 15 produtos no mercado, representando 60% do faturamento dos últimos cinco anos. A estimativa é crescer 35% nas vendas para a potência de 5 HP. O Audaz deve alcançar a liderança absoluta do segmento, com mais de 60% de participação.

Remédios vão subir de preço

Os medicamentos vão subir de preço até o final deste mês. A expectativa da Associação da Indústria Farmacêutica e Pesquisa (Interfarma) é de que o governo autorize reajuste de 2,84%. A se confirmar este índice pequeno, ele guardaria relação direta com a taxa de inflação anualizada. O setor chora. Diz que a inflação acumulada desde 2005 atinge 117%, enquanto que os preços dos medicamentos teriam subido apenas 82% no mesmo período.  Está certo que se o reajuste acompanhar a evolução inflacionária dos últimos 12 meses, os consumidores podem compreender que se esteja fazendo unicamente a recomposição de perdas. O problema maior nem está aí e é outro: o preço dos medicamentos, em geral, são altos para a população que tem ganhos não tão elevados. 

Superávit

A balança comercial brasileira tem superávit próximo a 10 bilhões de dólares neste ano. De janeiro até agora, as exportações totalizaram US$ 41 bilhões e as importações somaram US$ 31,4 bilhões no período.

Leia outras publicações de Claudio Loetz

Veja também:

Porto Itapoá vai investir R$ 350 milhões

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação