publicidade

Navegue por
Loetz

Ano novo, vida nova

Pesquisa aponta que 78% das pessoas querem um novo emprego

Compartilhe

Por Loetz
11/01/2019 - 04h30 - Atualizada em: 11/01/2019 - 04h30
SINE
(Foto: )

Pesquisa feita pela Catho, realizada com mais de 5 mil respondentes, revela: 78% das pessoas estão em busca de um novo emprego, enquanto 27% afirmam que 2019 será o ano em que irão focar em ter mais qualidade de vida.

Considerando que a chave para realização das promessas está realmente atrelada à empregabilidade, dados do Google mostram que as buscas pelos assuntos "vagas de emprego" e "novo emprego", em janeiro de 2018, cresceram 50% em relação a dezembro de 2017.

O mês de janeiro de 2018 teve volume 23% maior nas buscas desses assuntos se comparado à média geral de 2018.

A pesquisa da Catho traz ainda outros fatores relevantes para os brasileiros neste início de ano: 17% desejam começar um novo curso profissionalizante; 16% querem começar a se exercitar; 14%, estudar um novo idioma; e 8%, investir em viagens.

Banco social

Há seis projetos sociais/culturais inscritos no Banco Social da Acij à espera de apoio financeiro para suas causas neste ano. São eles: a 16ª Feira do Livro; o Alegria do Choro; a manutenção do Instituto Juarez Machado; Dionisos Teatro 20 Anos; a Escola Teatro Bolshoi no Brasil; e o Festival de Dança. Os valores dos projetos variam. Neste ano, por exemplo, o Dionisos Teatro pede R$ 120 mil; no caso do Bolshoi, são R$ 4,7 milhões; o Alegria do Choro captou R$ 261 mil em 2016. Mas ainda há projetos sendo inscritos no site.

A capacidade de doação das empresas depende do valor a ser recolhido do Imposto de Renda devido. Com base nisso, é aplicada a alíquota. É 1% de doação para cada lei de incentivo, e o somatório total pode chegar a 8%, 9%. Ou seja, a empresa não pode doar acima de 9%.

Cultura empreendedora

Doze entidades e o Join.Valle se reúnem nesta sexta-feira. Juntos, vão organizar quatro eventos neste ano para estimular a formação de startups em Joinville. A lógica dessa decisão passa pela verificação de que são poucas as empresas nascentes que surgem em Joinville. A Secretaria de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável fez contas e constatou: até 2015, apenas cinco startups eram criadas a cada ano.

No ano passado, foram 26, mas ainda é pouco na análise do secretário Danilo Conti. A meta para este ano é criar estímulos para o aparecimento de pelo menos 40.

Nova assembleia

A Justiça convoca os credores da Duque S/A para a realização de nova assembleia de credores da companhia para as 14 horas do dia 14 de fevereiro, na Acij. A empresa está em recuperação judicial desde 2014 e sem atividades operacionais há mais de um ano. O processo tem o número 0004041-62.2014.8.24.0038 e corre na 6ª Vara Cível de Joinville.

Deixe seu comentário:

Cláudio Loetz

Loetz

Loetz

Claudio Loetz é um dos mais renomados colunistas de economia do Sul do Brasil. Com textos analíticos e informativos, é a principal fonte de informação para os interessados em negócios em Joinville e região.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação