nsc
nsc

Transações fiscais

Presidente da Fiesc elogia medida de Bolsonaro: "é uma conquista"

Compartilhe

Loetz
Por Loetz
15/04/2020 - 08h59 - Atualizada em: 15/04/2020 - 09h58
foto mostra mario cezar de aguiar na frente de um letreiro da fiesc
Foto: Fiesc/ Divulgação

O presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, ressaltou que a medida sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira (14) é um pedido antigo da instituição e representa uma conquista. A sanção é da lei que regula transações fiscais e extingue, nos julgamentos, o voto de desempate pela Fazenda Nacional no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF), órgão colegiado do Ministério da Economia.

Leia todas as notícias sobre o novo coronavírus

— É uma mudança importante nos julgamentos do CARF. É lá que são discutidos os débitos tributários. Até hoje, em caso de empate nos julgamentos, o voto decisivo era da Receita e o contribuinte sempre perdia. Agora, em caso de empate, prevalece a posição do contribuinte. Mas não foi só isso que mudou. A nova legislação também retirou uma bonificação que estava sendo criada para os fiscais e que estimularia a emissão de multas — analisou. 

Cláudio Loetz

Colunista

Loetz

Claudio Loetz é um dos mais renomados colunistas de economia do Sul do Brasil. Com textos analíticos e informativos, é a principal fonte de informação para os interessados em negócios em Joinville e região.

siga Loetz

Cláudio Loetz

Colunista

Loetz

Claudio Loetz é um dos mais renomados colunistas de economia do Sul do Brasil. Com textos analíticos e informativos, é a principal fonte de informação para os interessados em negócios em Joinville e região.

siga Loetz

Mais colunistas

    Mais colunistas