nsc
    nsc

    Pesquisa

    Vida será melhor em 2020, dizem consumidores e empresários de Joinville e de Santa Catarina

    Compartilhe

    Loetz
    Por Loetz
    09/01/2020 - 16h45 - Atualizada em: 09/01/2020 - 20h18
    Um dos fatores essenciais para esta sensação positiva está no fator empregabilidade (Foto: arquivo NSC)
    Um dos fatores essenciais para esta sensação positiva está no fator empregabilidade (Foto: arquivo NSC)

    Pesquisa da Federação do Comércio de Santa Catarina (Fecomércio-SC) revela otimismo para este ano. Grande maioria dos consumidores joinvilenses (70% dos entrevistados) afirma que as expectativas são de melhora em relação ao ano passado. Apenas 8,7% deles acreditam que haverá piora. Os números são mais positivos do que na média estadual, que apresentou percentuais de 68,3% de melhora e 12,9% avaliaram que o ano poderá ser pior que 2019.

    Um dos fatores essenciais para esta sensação positiva está no fator empregabilidade. Mais de seis entre dez pessoas ouvidas (63% do total) sentem-se seguros no emprego atual. Mais 3% se dizem muito seguros e só 7% responderam estar inseguros neste quesito. No Estado, pouco mais de um quinto (22%) das pessoas se sentem muito seguros com o emprego, e outros 41% estão seguros.

    Neste cenário favorável, a meta prioritária para 56% dos moradores de Joinville é economizar dinheiro neste ano. Para outros 10%, o objetivo principal é comprar um imóvel. O mesmo percentual de pessoas quer adquirir um carro. Para este mesmo item, 40% dos catarinenses entrevistados querem poupar dinheiro neste ano.

    Na mesma pesquisa, a Fecomércio-SC perguntou aos empresários do varejo de Joinville como se sentem neste ano em relação aos seus negócios. A expectativa de vendas é ótima para mais da metade (52,8%) dos entrevistados e boa para outros 40,3%. Regular foi a resposta de 6,9% e ninguém apontou ambiente negativo e ruim para as vendas.

    Neste contexto, quatro de cada dez empresários pretendem aumentar o número de empregos em seus estabelecimentos, ainda neste ano. Isso deve ocorrer mediante duas possibilidades: ampliação das lo atual e aumento do número de lojas na cidade.

    Em todo o Estado, a expectativa de vendas é ótima na opinião de 54% dos empresários do comércio catarinense ouvidos pela federação. Menos de um terço (30,9%) deles dizem que pretendem contratar mais funcionários; 16% vão ampliar estabelecimento e 12% querem abrir novas lojas neste ano.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas