nsc

publicidade

Mário

MÃO NA MASSA 

A gratidão de um jovem é um exemplo magnífico e inspirador

Compartilhe

Por Mário Motta
16/08/2019 - 07h50
A gratidão de um jovem é magnífico.
Formandos do Mão na Massa. Foto: Antônio Cândido/Arquivo Pessoal

Certo dia, um jovem procurou o professor Antônio Cândido, dizendo que gostaria de retribuir o benefício que a escola (onde ele leciona e o jovem estudou) lhe proporcinou, ao ensinar uma profissão. Na época, chamava-se Cefet (hoje IFSC). O jovem era um dos donos da Cheesecake Labs, uma startup que desenvolve aplicativos para o mercado americano. O professor ficou impressionado com a conduta do jovem e entusiasmado por ele conseguiu apoio do IFSC que disponibilizou laboratórios e outros recursos de infraestrutura.

Juntos, eles criaram o projeto Mão na Massa, que passou a proporcionar a jovens e adolescentes em fragilidade social, condições para conquistar sua ascensão profissional. É tão interessante que foi destaque de capa do jornal Hora em agosto de 2018.

Durante todo o curso profissionalizante, os estudantes receberam ensinamento, vale-transporte e alimentação. Conclusão: 25 alunos do Mão na Massa acabam de se formar e ganharam uma belíssima cerimônia com direito a beca, canudo e espetáculo musical. Foi um show ver os adolescentes, familiares e amigos engalanados como numa formatura de graduação. E o Mão na Massa tem tudo para continuar.

Quando uma iniciativa positiva inspira outra

Essa primeira iniciativa inspirou outros jovens universitários, que decidiram montar outro projeto semelhante, que recebeu o nome de Code_For. Esse projeto também forma adolescentes e jovens e, sem ajuda oficial, só foi possível porque os jovens professores e voluntários resolveram juntar quotas para ajudar a pagar as despesas dos participantes.

Inspirado no Mão na Massa, o Code_For também concluiu sua primeira turma: formou 14 jovens. A cerimônia aconteceu num espaço menor, porém, com a mesma solenidade. Participaram: a direção do campus, familiares, formandos e outros convidados. Do Hino nacional aos pavilhões, tudo que eles tinham direito.

As turmas dos dois projetos provam que é possível, quando se deseja proporcionar a evolução contínua para o próximo, especialmente se o próximo se esforçar e reconhecer o apoio que está sendo oferecido. Meus cumprimentos ao pessoal do IFSC (direção, professores e apoiadores), ao professor Antônio Cândido, ao pessoal do Cheesecake Labs, do Mão na Massa e aos universitários do Code_For.

A gratidão de um jovem é magnífico.
Formandos do Code_For
(Foto: )

Deixe seu comentário:

publicidade