nsc
nsc

Lixo na folia

Foliões do Carnaval 2020 produziram 160 toneladas de lixo só em Florianópolis

Compartilhe

Mário
Por Mário Motta
26/02/2020 - 18h53 - Atualizada em: 27/02/2020 - 06h50
Foram recolhidas 160 toneladas de resíduos das festas públicas, incluindo 13 toneladas de vidro encaminhadas para a reciclagem (Foto: Comcap/divulgação)
Foram recolhidas 160 toneladas de resíduos das festas públicas, incluindo 13 toneladas de vidro encaminhadas para a reciclagem (Foto: Comcap/divulgação)

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Autarquia Melhoramentos da Capital Comcap, fez com sucesso a limpeza dos 126 eventos públicos de Carnaval este ano. Foram recolhidas 160 toneladas de resíduos nas festas do Centro, Norte, Leste e Sul da Ilha.

Só no Centro da cidade, somando ruas e Passarela Nego Quirido, foram coletadas 70 toneladas de resíduos, 33% a mais do que ano passado. Desse total, 13 toneladas foram dispostas nos pontos de entrega voluntária (PEVs) de Vidro, de modo que puderam ser encaminhadas para a reciclagem. A coleta seletiva de vidro no Carnaval teve, portanto, um crescimento de 108% em relação ao ano passado.

As ruas onde ocorreram as festas no Centro foram varridas e lavadas. Este ano, foram instalados 100 latões identificados, 50 para rejeito e 50 para recicláveis, além dos contentores de 2,5 mil litros para embalagens de vidro.

As latinhas de alumínio, em geral, são catadas durante a festa por informais. O vidro separado nos PEVs foi doado pela Comcap/PMF para a Associação de Coletores de Materiais Recicláveis (ACMR).

Garrafas pet e plásticos dos fardos de latinha, além de copos e outros utensílios descartáveis formam a grande massa de resíduos que, infelizmente, por não terem sido separados pelos foliões seguiram para o aterro sanitário ao custo de R$ 160 a tonelada, informa o presidente da Comcap, Márcio Alves. Até restos de fantasia este ano foram recuperados diretamente pelas próprias escolas ou, depois, das caixas estacionárias da Comcap por catadores.

Reconhecimento aos trabalhadores

A Comcap mobilizou 250 trabalhadores diretamente na limpeza das festas públicas, realizou operação de forma ágil e competente de modo que a cidade amanheceu limpa e cheirosa durante o Carnaval, elogia o presidente. “Gostaria de, ao mencionar Luciana Camargo, gerente da Base Operacional Centro, destacar o esforço físico e logístico que a Comcap realizou para que este fosse possivelmente o maior e o mais limpo Carnaval de Florianópolis”, afirma Márcio Alves.

Este ano, a Comcap, além disso, cuidou da limpeza dos camarotes da passarela, por meio de contrato remunerado pela empresa organizado do evento.

O trabalho foi além do recolhimento do lixo.
O trabalho foi além do recolhimento do lixo.
(Foto: )

A limpeza também foi feita nas festas do Norte, Sul e Leste da Ilha de Santa Catarina, com muita precisão e competência. Também trabalharam no Carnaval as equipes da coleta e remoção, para recolher os resíduos das festas e dos domicílios. Equipes da educação ambiental e, este ano, inclusive das oficinas do Departamento de Manutenção e Transporte (DPMT) e do Centro de Valorização de Resíduos (CVR) que produziram os latões para coleta seletiva e a alegoria da bernunça, mascote da Comcap, que desfilou na Passarela Nego Quirido no sábado.

A Bernunça, mascote dos trabalhadores da Comcap também passou pela Passarela da Nego Quirido.
A Bernunça, mascote dos trabalhadores da Comcap também passou pela Passarela da Nego Quirido.
(Foto: )

A direção da Comcap determinou que seja apontada na ficha funcional de cada empregado uma menção de aplauso e reconhecimento pelo trabalho desempenhado no Carnaval 2020.

CENTRO

70,3 toneladas, incluindo 13 toneladas dos pontos de entrega de vidro (PEVs) encaminhados para reciclagem

Em relação a 2019., houve um aumento de 33% na quantidade de resíduos coletados nas festas do Centro este ano e aumento de 108% na coleta seletiva de vidro nos pontos de entrega voluntária (PEVs)

72 pessoas revezaram-se na limpeza nos turnos da manhã, tarde e noite.

BALNEÁRIOS

LESTE

19 toneladas de resíduos – 35 pessoas limparam as festas públicas na Lagoa da Conceição, Joaquina, Praia Mole, Barra da Lagoa, Rio Vermelho, Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui

NORTE

54,6 toneladas de resíduos - 40 pessoas trabalharam na limpeza das festas de Carnaval

SUL

6,3 toneladas de resíduos – 28 pessoas trabalharam na limpeza das festas no Pântano do Sul, Armação e Campeche.

CONTINENTE

9 pessoas trabalharam na limpeza das festas públicas de Carnaval.

Coleta domiciliar

Durante os dias de Carnaval, o Departamento de Coleta de Resíduos Sólidos recolheu nos domicílios de Florianópolis 64,6 toneladas de materiais recicláveis registrando aumento de 6,7% na coleta seletiva. A coleta convencional recolheu 2,26 mil toneladas de rejeito ligeiramente abaixo da quantidade do ano passado (2,3 mil toneladas).

Deixe seu comentário:

Mário Motta

Colunista

Mário Motta

Informação de relevância e opinião sobre o que acontece na Grande Florianópolis com todo o carisma e credibilidade de Mário Motta.

siga Mário Motta

Últimas do colunista

Loading interface...
Mário Motta

Colunista

Mário Motta

Informação de relevância e opinião sobre o que acontece na Grande Florianópolis com todo o carisma e credibilidade de Mário Motta.

siga Mário Motta

Mais colunistas

    Mais colunistas