nsc
nsc

MONITOR

Projeto de educação ambiental para crianças busca formar adultos responsáveis

Compartilhe

Mário
Por Mário Motta
24/09/2019 - 08h40 - Atualizada em: 24/09/2019 - 08h54
Formando adultos responsáveis.
Na praia da Tapera. Foto: Cristiano Andujat/PMF/Divulgação

De acordo com o Fórum Econômico de Davos de 2016, em 2050 haverá mais plástico do que vida marinha nos oceanos. Foi pensando nesses dados que a equipe do Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do bairro Tapera, na Capital, desde agosto de 2018 promove ações de educação ambiental, interação com a natureza e amizade. O projeto "Monitor ambiental mirim da Tapera", coordenado pela prefeitura, acontece toda terça e quinta-feira, quando 80 crianças de seis a 13 anos vão à praia da Tapera praticar stand up paddle com a professora Fernanda Soares do Instituto Bem Possível.

Além da diversão, os pequenos aprendem um pouco mais sobre a vida marinha e a preservação da natureza. Florianópolis conta com seis Centros de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. No espaço que as crianças frequentam no contraturno escolar há refeições, acompanhamento psicossocial, coral, xadrez, teatro e muito mais. Para acessar os serviços, basta ir até um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo a sua residência onde são feitos os encaminhamentos.

Mário Motta

Colunista

Mário Motta

Informação de relevância e opinião sobre o que acontece na Grande Florianópolis com todo o carisma e credibilidade de Mário Motta.

siga Mário Motta

Mário Motta

Colunista

Mário Motta

Informação de relevância e opinião sobre o que acontece na Grande Florianópolis com todo o carisma e credibilidade de Mário Motta.

siga Mário Motta

Mais colunistas

    Mais colunistas