publicidade

Mário

EXPOSIÇÃO 

Últimos dias para conferir a arte de Gabriel Bonfim em Florianópolis

Compartilhe

Por Mário Motta
19/07/2019 - 07h15 - Atualizada em: 19/07/2019 - 07h15
Para ver e sentir: arte de Gabriel Bonfim
M. _ Meu Lugar na Sociedade e Gabriel. Foto: Hermes Bezerra/Divulgação

Você gosta de arte? Quantas vezes teve oportunidade de visitar uma exposição de nível internacional? Então anote aí e não perca essa oportunidade. Com os olhos ou com os dedos e a imaginação, você tem até o fim da próxima semana para conhecer o trabalho do jovem fotógrafo de arte Gabriel Bonfim, nascido em 1990, em São Paulo, formado em direito, mas que descobriu a fotografia e decidiu dedicar-se a ela com exclusividade.

Depois de anos de aprendizado e viagens pela Holanda, Alemanha e Bélgica, mudou-se para a Suíça. Ali, juntamente com o entusiasta da arte e fotografia Thomas Kurer, atual gerente de seu acervo, fundou a Gabriel Bonfim Collection. Pela primeira vez, traz duas mostras ao mesmo tempo para uma única cidade e elas estão em locais distintos. A que você pode ver chama-se M e está no Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (Av. Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica) até 21 de julho, enquanto a que você pode tocar, Tactography, permanece aberta para visitação até 28 deste mês no Museu Histórico de Santa Catarina (Palácio Cruz e Sousa, Praça XV de Novembro, 227, Centro de Florianópolis).

Para os olhos, para o tato e para o coração, M. _ Meu Lugar na Sociedade, tem fotos que falam da violência contra a mulher e sua ressocialização, com participação de nomes icônicos desta luta no país. Já TactographyTM: Para os olhos, para os dedos, revela técnica única desenvolvida por Bonfim que transforma as fotos em imagem capazes de serem percebidas por deficientes visuais. Você pode vivenciar a experiência de vedar os olhos e imaginar como os cegos conseguem sentir uma fotografia. Uma experiência emocionante.

Para ver e sentir: arte de Gabriel Bonfim.
TactographyTM
(Foto: )

Deixe seu comentário:

publicidade