Navegue por

publicidade

Moacir

Política

Amin espera Merisio na liderança

Compartilhe

Por Moacir Pereira
09/08/2018 - 03h00 - Atualizada em: 09/08/2018 - 08h19
(Divulgação)

Definidas as candidaturas e alianças partidárias, os deputados e os líderes políticos passam a examinar os cenários, fazendo previsões sobre as eleições em Santa Catarina.

O primeiro consenso: a eleição está polarizada, indicando segundo turno entre Gelson Merisio (PSD), liderando aliança com 15 partidos, e Mauro Mariani (MDB), apoiado por nove siglas. Isto se nenhum dos dois for impulsionado por algum fator imprevisível ao longo da campanha. Segundo:  a transferência de votos, como resultado das alianças, deve ser muito mais tranquila e majoritária, de Esperidião Amin (PP) para Gelson Merisio (PSD) do que dos seguidores de Paulo Bauer (PSDB) para Mauro Mariani (MDB). No cenário que prevaleceu no Estado, os progressistas têm no MDB um adversário histórico. Na maioria dos municípios, as disputas tem se dado, historicamente, entre o PP e o MDB.

Na avaliação de vários deputados há, ainda, um percentual de prefeitos do PSDB que não admite apoiar Mariani. Foram eleitos contra o MDB e apoiados pelo PSD de Merisio. Isto já ocorre em cinco municípios do Alto Vale do Itajaí, começando pelo prefeito José Thomé (PSDB), aliado do deputado Miltom Hobus e eleito com votos do PSD. Isto explica o Movimento “Tucano + 10”. O número do PSDB é 45 e o de Merisio, 55.

Amin vai mergulhar de cabeça na campanha de Merisio.

Veja também: Amin define candidatos a suplentes do Senado

Os bastidores das coligações em Santa Catarina

 

Judiciário

Estatísticas sobre o aumento da produtividade no Judiciário estadual serão apresentadas hoje, às 15h30min, pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rodrigo Collaço. O magistrado concederá entrevista coletiva para anunciar, também, as novas medidas de combate ao congestionamento processual. Falará também da transferência de recursos orçamentários da área administrativa para atividade-fim.

 

Paralisação

Sindicato dos Eletricitários convocou nova paralisação dos empregados da Celesc para esta quinta-feira. Motivo: o Conselho de Administração estará reunido para adaptar o estatuto às normas legais. Entre as inovações, a presença de um estrangeiro no conselho e reuniões virtuais. Fazem paralisação e os consumidores pagam a conta. Pode?

 

Leia outras publicações de Moacir Pereira

Deixe seu comentário:

Moacir Pereira

Moacir Pereira

Moacir Pereira

Principal nome do jornalismo político catarinense, é respeitado pela classe assim como nos campos empresarial e jurídico. A exclusividade de suas notícias se reflete na sua credibilidade.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação