nsc

publicidade

Moacir

Política

Celso Maldaner nega que executiva do MDB apoie governo Moisés

Compartilhe

Por Moacir Pereira
22/09/2019 - 20h02 - Atualizada em: 22/09/2019 - 20h03

O presidente do Diretório Estadual do MDB, deputado Celso Maldaner, emitiu nota afirmando que a Executiva Estadual jamais emitiu sinalização de apoio ou adesão ao governo Carlos Moisés da Silva.

Esclareceu que a presença de líderes do MDB no atual governo se dá “por questão técnica”.  E que o apoio da bancada do MDB na Assembleia Legislativa se dá pelo atendimento dos pleitos de suas regiões.

A nota tem o seguinte teor:

“1) Jamais houve, por parte da Executiva Estadual do partido, alguma decisão que sinalizasse apoio ou adesão ao atual governo de Santa Catarina; 2) Nunca ocorreu conversa ou negociação entre o diretório estadual do MDB com a sigla que ora ocupa o governo catarinense no sentido de compor alguma espécie de aliança visando à distribuição de cargos ou às próximas eleições; 3) Os quadros emedebistas remanescentes da gestão do governador Eduardo Pinho Moreira que hoje continuam servindo ao projeto eleito em 2018 foram mantidos em suas funções única e exclusivamente por seu conhecimento técnico e competência;  4) A bancada emedebista na Assembleia Legislativa sempre colocou o povo catarinense acima dos interesses partidários, priorizando os benefícios à sociedade para definir sua posição diante de quaisquer projetos, sejam propostos pelo governo ou não; 5) Estamos percorrendo o Estado, fortalecendo o partido e mobilizando as bases para disputarmos as eleições, tanto a de 2020 quanto a seguinte, no papel que o MDB sempre desempenhou ao longo de sua já cinquentenária história, que é o de protagonista do processo eleitoral. 

Celso Maldaner - Presidente do MDB-SC.”

Moacir Pereira

Moacir Pereira

Moacir Pereira

Principal nome do jornalismo político catarinense, é respeitado pela classe assim como nos campos empresarial e jurídico. A exclusividade de suas notícias se reflete na sua credibilidade.

moacir.pereira@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade