publicidade

Navegue por
Moacir

Violência contra mulher

Enteada de desembargador Gallo pede proteção a Justiça

Compartilhe

Por Moacir Pereira
06/02/2019 - 16h14 - Atualizada em: 06/02/2019 - 16h35

Juiz Marcelo Volpato de Souza, da Vara de Violência Doméstica contra Mulher da Capital, determinou que o desembargador aposentado Eduardo Mattos Gallo Junior seja proibido de manter contatos com sua enteada, que fique afastado em no mínimo 800 metros e não frequente mais sua residência.

A decisão foi tomada após ação impetrada pela enteada, que registrou Boletim de Ocorrência na Policia e juntou video contendo relatos de que “estaria sendo alvo de violência doméstica/familiar”. 

O magistrado constata que há “vulnerabilidae da vítima”, ao constatar que “sofre agressões verbais contra ela e sua mãe”e que o padastro “foi agressivo quando estava sendo filmado durante discussão do casal”.

Aposentando em 2018 pelo Tribunal de Justiça, de forma compulsória, depois de sofrer processo administrativo, o desembargador Eduardo Gallo foi intimado ontem e já constituiu advogado. Alega que houve apenas uma discussão com a enteada, que vive bem com a esposa e que não pode ser impedido de viver em sua residência.

Informou que ainda hoje ele e a esposa entrarão com requerimentos na Vara de Violência Doméstica contra a Mulher com pedidos de reconsideração.

Moacir Pereira

Moacir Pereira

Moacir Pereira

Principal nome do jornalismo político catarinense, é respeitado pela classe assim como nos campos empresarial e jurídico. A exclusividade de suas notícias se reflete na sua credibilidade.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação