nsc
    nsc

    Trânsito

    Florianópolis está travada, e a prefeitura não faz nada

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    18/11/2019 - 11h50 - Atualizada em: 18/11/2019 - 12h15
    Foto: Tiago Ghizoni / NSC Total
    Foto: Tiago Ghizoni / NSC Total

    Durante o feriadão da Proclamação da República, multiplicaram-se os problemas de mobilidade que atingem as ruas de Florianópolis no centro histórico, Beira-Mar Norte e imediações.

    O inicio da temporada com as praias lotadas e dias de verão,  outra vez transtornos para a população, com filas gigantescas de veículos na ida e na volta dos balneários do Norte e do Sul da Ilha.

    Nos dias de semana, a Beira-Mar Norte é um inferno. Todas as horas do dia milhares de motoristas perdem preciosas horas em engarrafamentos que vão, principalmente, da Casa da Agronômica até a Praça Celso Ramos.

    A cidade tem carros demais, é verdade. Mas está carente de intervenções do poder público com estudos de engenharia de tráfego, inteligência artificial e ações pontuais para melhorar a circulação de veículos.

    A Beira-Mar Norte é uma das vias mais movimentadas da Capital. De uns dias para cá virou um calvário. 

    Por que? 

    Porque o semáforo da Igreja São Luiz fica mais tempo aberto para poucos carros da rua Rui Barbosa do que da Beira-Mar Norte, que tem três faixas de rolamento.

    Na frente do Direto do Campo há um retorno que pode ser cancelado, para evitar paradas longas e novo bloqueio.

    Em outros pontos da cidade costuma acontecer o engarrafamento pelo efeito dominó.   

    Filas de carros de uma rua ultrapassam o cruzamento e fecham tudo.  E não se vê intervenção da Guarda Municipal para evitar estes transtornos.

    São incontáveis os casos em que ações bem pontuais evitariam perda de tempo, estresse e muita irritação dos motoristas.

    Leia mais sobre a política catarinense e do Brasil

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas