nsc
    nsc

    Infraestrutura

    Governador promete solução ágil do IMA em obra de Joinville

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    13/02/2020 - 17h05 - Atualizada em: 13/02/2020 - 17h06
    Governador Carlos Moisés da Silva - Foto: Leo Munhoz, BD
    Governador Carlos Moisés da Silva (Foto: Leo Munhoz, NSC Total/BD)

    Durante audiência concedida esta tarde ao presidente da Associação Empresarial de Joinville, João Joaquim Martinelli, e vários diretores da Acij, na Casa da Agronômica, o governador Moisés da Silva prometeu uma solução ágil do Instituto do Meio Ambiente (IMA-ex-Fatma) na concessão de licença para a duplicação do eixo industrial.  Trata-se de obra em execução de fundamental importância para a economia e a mobilidade na principal cidade de Santa Catarina.

    O governador demonstrou estar ciente das constantes críticas contra o Instituto do Meio Ambiente (ex-Fatma), com excesso de burocracia e graves entraves na apreciação de processos de licença ambiental.  As críticas se multiplicam por várias regiões e diferentes setores da sociedade catarinense.

    -O governador nos recebeu muito bem e manifestou-se muito preocupado com a exagerada burocratização do IMA – revelou Martinelli depois da reunião, ao dizer que os empresários querem que as regras ambientais sejam cumpridas, mas que haja mais agilidade  para promover o desenvolvimento do Estado.

    - O que se constata é que os processos no IMA estão travados por interesses corporativos – afirmou o presidente da Acij.

    A audiência durou uma hora e contou com a presença do secretário da Infraestrutura Tiago Vieira, que prometeu cumprir os prazos para a construção do eixo industrial, e do secretário da Casa Civil, Douglas Borga, além de vários diretores da Associação.

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas