O secretário da Administração, Jorge Tasca, atendeu a pedido das entidades que reúnem os policiais civis e transferiu para a próxima segunda-feira o prazo para manifestação sobre a proposta de reposição salarial dos funcionários da Segurança Pública. Policiais civis agendaram uma assembleia para este fim de semana quando vão examinar a última palavra do governo.

Continua depois da publicidade

O secretário voltou a enfatizar que o governo está examinando a proposta salarial em negociação com 14 entidades da Policia Militar, dos Bombeiros Militares(8), da Policia Civil(3) e do Instituto Geral de Perícias(3). 

A Aprasc rejeitou a proposta, insistindo na reposição de 22,5%, enquanto a Associação dos Oficiais da Reserva manifestou-se favorável.

O governo só definirá o encaminhamento de projeto a Assembleia Legislativa depois de segunda-feira. O secretário Jorge Tasca destacou que o projeto considera a atual conjuntura econômica, é uma proposta responsável e exequível e, sobretudo, mantém a paridade salarial entre as Policias Militar e Civil.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total