nsc
    nsc

    Eleições 2018

    IBOPE: eleitor verticalizou total em Santa Catarina

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    19/10/2018 - 18h40 - Atualizada em: 23/10/2018 - 10h22
    candidatos apertando a mao
    (Foto: )

    Nenhuma surpresa nos números apresentados pelo Ibope sobre a intenção de votos ao governo de Santa Catarina, dando 59% dos votos válidos para o comandante Moisés e 41% para Gelson Merisio. É o fenômeno Bolsonaro, a onda 17 e o impactante desejo da maioria de população de mudança total, de renovação ampla e irrestrita.

    Eleições 2018: acompanhe a apuração do segundo turno em tempo real

    A apuração do 1º turno já revelou surpresas e sinalizou o direcionamento do eleitorado. Moisés foi para segundo turno muito próximo de Merisio. Os ventos que começaram a soprar no inicio do 2º turno continuaram inflando sua caminhada política.

    Quando a propaganda começou na TV o público teve um novo sinal de que o comitê de Merisio acionava o alarme. A primeira inserção comercial disparava contra a aposentadoria de Moisés, uma estratégia arriscada, que destoava do primeiro turno marcada por propostas.  

    Com os números dos tracking nos dois comitês ficou detectado um grande desafio a candidatura Merisio: como desconstruir a liderança do comandante Moisés. O efeito comparativo, mostrando que Merisio é mais preparado, está há quase dois anos estudando o Plano de Governo e tem mais experiência, era um dos caminhos. O outro, partir para o embate direto contra Moisés. Vieram, então, os comerciais sobre aposentadoria, a polêmica do pedágio e as relações com a crítica situação financeira do Rio Grande do Sul. 

    A onda Bolsonaro foi crescendo no Brasil e aqui em Santa Catarina alavancava Moisés. Beneficiário de um gigantesco grupo orgânico nas redes sociais, de um marketing simples, continuou na liderança.

    Os números do Ibope revelam sintonia fina entre as intenções de Bolsonaro e do comandante Moisés. Se Bolsonaro tem 59% no ultimo Ibope para presidência da República, Moisés tem os mesmos 59% em Santa Catarina.E se Haddad tem 41% na disputa presidencial, Merisio está com 41% aqui no estado.

    É a maior prova de que o 17 está verticalizado, colado. E poderá ser decisivo no dia 28 em Santa Catarina.

     

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas