nsc

publicidade

Moacir

Repúdio

MDB emite nota pela expulsão de dirigentes nacionais corruptos

Compartilhe

Por Moacir Pereira
11/04/2019 - 17h27 - Atualizada em: 11/04/2019 - 17h34

O Diretório do MDB de Florianópolis lançou uma “nota de repúdio” contra os dirigentes nacionais do partido, exigindo expulsão dos corruptos envolvidos e condenados pela Justiça por atos ilícitos.

A manifestação oficial faz um histórico sobre o MDB catarinense, suas históricas lideranças, menciona os já falecidos e posiciona-se de forma contundente contra os dirigentes nacionais condenados ou processados por corrupção.

Afirma no final: "Exigimos expulsão sumária e imediata dos dirigentes e líderes condenados por corrupção e afastamento imediato dos dirigentes e líderes já denunciados."

A nota tem o seguinte teor:

“O Movimento Democrático Brasileiro, o velho Mandabrasa de tantas glórias, vive um dos momentos mais tristes e vergonhosos de sua história. Depois de meio século enfrentando regimes de exceção, liderando a política nacional, transformando e conduzindo a ordem democrática em nosso País, sob a liderança dos nossos heróis Ulisses Guimarães, Pedro Simon, Pedro Ivo Campos e Luiz Henrique da Silveira e muitos outros brasileiros e catarinenses ilustres;

O MDB, agora, após longo período de liderança política, aliado a outras siglas de esquerda, se viu transformado num grande vilão, execrado pela população brasileira e sofrendo uma derrota implacável e vexatória no último pleito eleitoral.

Tudo graças a lideranças nacionais, que esqueceram as lições de seus fundadores, rasgaram sua carta estatutária e conduziram o Partido a uma crise insustentável, transformando-se num bando de corruptos e corruptores que sepultaram a história gloriosa.

Líderes e membros da Executiva Nacional vergonhosamente irresponsáveis, estão envolvidos em crimes de corrupção, alguns já condenados e cumprindo pena, outros denunciados e prestes a serem recolhidos às grades.

Não dá para suportar. Nós, aqui nas bases, sofrendo com ataques, gracejos e acusações de toda ordem, envergonhados, estamos tentando reagir.

Não queremos abandonar esta sigla, construída com muita coragem e que muito nos orgulhou. Queremos, sim, reascender a chama das vitórias, continuar fazendo história, repensando, reinventando, desfraldando sua bandeira, resgatando sua ideologia e saindo às ruas, no casa-a-casa, pedindo voto. Mas nada disso podemos fazer, sem antes, ver os corruptos e corruptores expulsos ou afastados dos cargos e quadros da própria sigla.

O MDB de Florianópolis/SC, terra de tantos líderes fundadores, honestos e de bom caráter, não aceitam mais esta situação. Exigem que todas as lideranças e ou membros da cúpula nacional condenados por corrupção, sejam expulsos sumária e imediatamente, e que todos os denunciados sejam sumária e imediatamente, afastados da sigla até que suas acusações transitem julgadas.

Foi esta a decisão tomada por unanimidade de seus membros do Diretório Municipal, reunidos dia 12 de abril próximo passado, na sede do Diretório Estadual, após intenso debate sobre a conduta e envolvimento da cúpula nacional.

Não há, sequer, um só Emedebista que tolere ou que defenda corruptos e corruptores.

A vergonha que nos domina nos entristece, mas esta mesma vergonha também nos anima e nos empurra para reação, para a luta e para a defesa da sigla e da democracia brasileira.

Exigimos expulsão sumária e imediata dos dirigentes e líderes condenados por corrupção e afastamento imediato dos dirigentes e líderes já denunciados pelas mesmas razões.

Encaminha-se a presente moção a todas as instâncias partidárias e as nossas lideranças estaduais, para que produza seus efeitos.

Florianópolis, 09 de abril de 2019 - Francisco Celso Sandrini (Presidente) e Pedro Roberto Abel (Secretário).”

Leia também: Carlos Moisés (PSL) apresenta balanço dos 100 dias de governo catarinense

Moacir Pereira

Moacir Pereira

Moacir Pereira

Principal nome do jornalismo político catarinense, é respeitado pela classe assim como nos campos empresarial e jurídico. A exclusividade de suas notícias se reflete na sua credibilidade.

moacir.pereira@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade