nsc
    nsc

    Evento

    OAB-SC terá primeira audiência pública nacional sobre a reforma política

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    13/09/2019 - 04h15 - Atualizada em: 13/09/2019 - 04h11

    A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Santa Catarina vai sediar, no próximo dia 26, primeira audiência pública nacional convocada para debater a reforma política. Estarão presentes dirigentes da OAB nacional, das estaduais, parlamentares e cientistas políticos. A realização deste e de outros eventos da OAB estará sendo anunciada hoje, em Itá, no Oeste do Estado, durante reunião do Colégio de Presidentes, com a participação de 49 seccionais de todo o Estado.

    O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rodrigo Collaço, participará do evento por meio de videoconferência. Tinha presença confirmada, mas permanecerá na Capital para receber o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli. Durante a transmissão pela internet, Collaço deverá anunciar a designação de 400 novos servidores que atuarão nas varas e comarcas mais carentes de estrutura hoje em SC.

    O Colégio de Presidentes vai tratar, também, do projeto de eleição direta da Diretoria Nacional da OAB. O sistema vigente é de escolha indireta por apenas 81 integrantes do Conselho Federal, na base de três por Estado.

    Este sistema arcaico vem merecendo críticas e contestações dentro e fora da corporação pelos equívocos e omissões do atual presidente da Ordem, Felipe Santa Cruz. Posiciona-se contra a Lava-jato e não faz críticas ao esquema de corrupção que destruiu a economia nacional. O presidente Rafael Horn levará para análise, finalmente, projeto de regulamentação da eleição de advogados para a lista do quinto constitucional.

    Toffoli

    O presidente do STF, Dias Toffoli, cumpre agenda nesta sexta-feira em Santa Catarina. Terá reunião com os desembargadores do Tribunal de Justiça e depois visitará o Tribunal Regional Eleitoral e o Tribunal Regional do Trabalho. Chega ao Estado alvejado por críticas pesadas nas redes sociais contra suas polêmicas decisões.

    Leia também: Bolsonaro é esperado em três eventos em SC até o final de 2019

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas