nsc
    nsc

    Política

    Palocci detona Lula e PT em delação

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    14/08/2019 - 18h59 - Atualizada em: 14/08/2019 - 19h36
    (Foto: Marlene Bergamo / Folhapress)

    O ex-ministro Antônio Palocci detonou Lula, o PT e outros políticos nos documentos da delação premiada homologada pelo STF. Ele diz que:

    1 - Lula e Dilma receberam gordas propinas das empresas em troca de créditos do BNDES, desonerações tributárias;

    2 - A lista dos corruptos envolve 12 políticos, parlamentares e 16 empresas;

    3 - A presidente do PT, Gleisi Hoffmann recebeu R$ 3,8 milhões em 2010, pelo caixa 2;

    4 - O PT recebeu R$ 270,5 milhões de propina nas eleições entre 2002 e 2014.

    Segurança

    Divulgação
    (Foto: )

    Pela primeira vez na história do Brasil, um Presidente da República recebeu o Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares. Os distinguidos pelo presidente Jair Bolsonaro foram dois oficiais catarinenses: coronel Araújo Gomes, presidente do Conselho Nacional de Comandantes Gerais, e cel. Martinez Hipolito, Diretor Executivo do colegiado. Bolsonaro deu apoio à instituição que reúne 400 mil policiais militares e 70 mil bombeiros.

    Leia também: As reivindicações da bancada catarinense para o café da manhã com Bolsonaro

    Mais colunistas

      Mais colunistas